PUBLICIDADE
Topo

Alessandro Zanardi é submetido a nova neurocirurgia

Ex-piloto de Fórmula 1 segue em coma induzido após grave acidente - AFP PHOTO / LEON NEAL
Ex-piloto de Fórmula 1 segue em coma induzido após grave acidente Imagem: AFP PHOTO / LEON NEAL

Da ANSA, em Siena (Itália)

29/06/2020 14h36

O campeão paraolímpico e ex-piloto de Fórmula 1 italiano Alessandro Zanardi passou hoje por uma nova neurocirurgia no Hospital Santa Maria alle Scotte, em Siena, onde está internado há 10 dias em coma induzido. Segundo boletim médico, a intervenção durou cerca de 2h30.

"Zanardi permanece sedado e intubado. Suas condições continuam estáveis do ponto de vista cardiorrespiratório e metabólico e graves do ponto de vista neurológico", diz o hospital.

Os médicos decidiram submeter o campeão paraolímpico a uma nova cirurgia após a realização de uma tomografia de rotina. De acordo com o boletim, o exame "evidenciou uma evolução do estado do paciente, que tornou necessária uma segunda intervenção de neurocirurgia".

"A operação é um passo que já havia sido cogitado pela equipe.

Nossos profissionais avaliarão a situação dia a dia, em acordo com a família, e o próximo boletim será divulgado em cerca de 24 horas", afirma o hospital.

Ainda não há previsão para retirar Zanardi do coma induzido, quando será possível avaliar se há sequelas neurológicas.

Acidente

Zanardi participava de um evento de paraciclismo em Pienza, na província de Siena, no dia 19 de junho, quando perdeu o controle da handbike em uma curva, capotou duas vezes e bateu em um caminhão com reboque.

O paratleta sofreu múltiplas fraturas no crânio por causa da colisão. O motorista do caminhão, cujo nome não foi revelado, é investigado pelo Ministério Público, mas seu advogado diz que ele foi pego de surpresa e ainda conseguiu evitar uma batida frontal.

A Arma dos Carabineiros também interrogou organizadores do evento, que se chama "Obiettivo Tricolore", uma espécie de revezamento que cruzaria a Itália de norte a sul para incentivar o esporte paraolímpico. A iniciativa havia sido idealizada pelo próprio Zanardi.

História

Protagonista de uma das maiores histórias de superação do esporte moderno, o italiano foi bicampeão da antiga Cart (1997 e 1998) e disputou cinco temporadas na Fórmula 1, a última delas em 1999, pela equipe Williams.

Ao retornar para a Cart, em 2001, sofreu um grave acidente no circuito oval de Lausitz, na Alemanha, e teve as duas pernas amputadas, mas Zanardi nunca desistiu das corridas. Após uma longa recuperação, disputou o WTCC e obteve três vitórias.

Mas foi no paraciclismo onde ele se encontrou. Começando a competir em 2007, logo passou a colecionar pódios, alcançando três medalhas paraolímpicas nos Jogos de Londres, em 2012, sendo duas de ouro e uma de prata.

Quatro anos depois, o italiano conquistou mais três medalhas nas Paraolimpíadas do Rio de Janeiro, novamente duas de ouro e uma de prata.

Esporte