PUBLICIDADE
Topo

Ouro em Tóquio, Tom Daley celebra: "Sou um homem gay e campeão olímpico"

Os britânicos Matty Lee e Thomas Daley celebram ouro no salto sicronizado - Clive Rose/Getty Images
Os britânicos Matty Lee e Thomas Daley celebram ouro no salto sicronizado Imagem: Clive Rose/Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/07/2021 06h16

O saltador britânico Tom Daley e seu parceiro Matty Lee conquistaram hoje a medalha de ouro nos saltos sincronizados, no trampolim de 10m sincronizado. Depois de dois bronzes em Londres-2012 e no Rio-2016, Daley celebrou a vitória e a representatividade do resultado para a comunidade LGBTQIA+.

"Sou um homem gay e também um campeão olímpico. E me sinto muito empoderado por isso porque, quando eu era mais jovem, eu sentia que nunca alcançaria nada por ser quem eu era", contou o britânico que, durante a entrega da medalha, chorou.

Daley é um dos atletas assumidamente homossexuais nessa edição dos Jogos Olímpicos, que tem visto um crescimento exponencial do orgulho LGBTQIA+. Depois de anos sofrendo com especulações sobre sua sexualidade, Daley contou ser gay em dezembro de 2013, atitude que, segundo ele, foi "uma das coisas mais assustadoras" que já fez.

Marido do saltador, o roteirista norte-americano, Dustin Lance Black, comemorou a conquista de Daley, com quem tem um filho de três anos.

"Sem palavras! Quantas lágrimas! Você é um CAMPEÃO OLÍMPICO! Parabéns Tom e Matty Lee", escreveu.

Com uma somatória de 471,81 pontos, Daley e Lee bateram a dupla chinesa Cao Yuan e Chen Aisen, e quebraram uma sequência de quatro ouros consecutivos de duplas chinesas.