PUBLICIDADE
Topo

Pergunta pro Jokura

Qual foi o evento olímpico com mais público?

Cathy Freeman vence os 400 m rasos em Sydney 2000 diante de 112.524 torcedores, recorde de público em um evento olímpico. - Billy Stickland/Allsport
Cathy Freeman vence os 400 m rasos em Sydney 2000 diante de 112.524 torcedores, recorde de público em um evento olímpico. Imagem: Billy Stickland/Allsport
Tiago Jokura

Tiago Jokura é jornalista e, portanto, curioso profissional. Passou os últimos 15 anos respondendo as dúvidas mais complexas e inusitadas dos leitores na mídia impressa, na tentativa infinita de explicar como o mundo funciona com clareza e bom humor. Agora, continua essa saga aqui no UOL.

23/07/2021 04h00

Qual foi o evento olímpico com mais público?
Pergunta de Alexandre Spissoto, de São Paulo (SP)

Saudades de uma Olimpíada com público nos locais de competição, né, meu filho? Infelizmente, só em Paris-2024.

A cerimônia de abertura de Tóquio-2020, sem o congraçamento de gente de todas as nações vibrando e celebrando nas arquibancadas, é a antítese do dia 25 de setembro de 2000. Naquela noite australiana, o estádio olímpico de Sydney testemunhou dois momentos históricos: a conquista do ouro nos 400 m rasos pela corredora local Cathy Freeman e o maior público já registrado em um evento olímpico, com 112.524 torcedores. Sente só a atmosfera:

A corrida foi especial por vários motivos além da audiência recorde. Freeman foi a primeira atleta que acendeu a pira olímpica na abertura dos jogos a conquistar uma medalha de ouro. Além disso, Freeman tornou-se a segunda representante dos povos nativos australianos a ser campeã olímpica - a primeira foi Nova Peris-Kneebone, colega de Freeman no revezamento 4x400 que faturou o ouro com o time de hóquei na grama australiano em Atlanta-1996.

Cathy Freeman - Al Bello/Allsport - Al Bello/Allsport
Cathy Freeman celebra o ouro olímpico com as bandeiras aborígene e australiana.
Imagem: Al Bello/Allsport

O gostinho especial de Freeman foi ganhar em casa. A euforia foi tanta que ela extravasou quebrando os protocolos e carregando a bandeira aborígene - não reconhecida pela Austrália nem pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) - juntamente com a australiana na volta da vitória presenciada por mais gente na história olímpica.

Não bastasse desfilar o orgulho de suas raízes, Freeman também exibiu um dos uniformes mais icônicos da história olímpica, como você pode conferir em mais um vídeo do COI:

A façanha de Freeman foi tão grandiosa que ela foi convidada para carregar a bandeira olímpica, representando a Oceania, na abertura dos Jogos Olímpicos seguintes: os de inverno em Salt Lake City-2002.

Embora a noite mágica de Freeman seja o evento mais lotado dos Jogos Olímpicos, o recorde de mais pessoas num mesmo dia em um parque olímpico (assistindo a vários eventos em várias arenas) ocorreu no quarto dia dos Jogos Paralímpicos Rio-2016, com a presença de 167.675 pessoas.

Tem alguma pergunta? Deixe nos comentários.