PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Mudança de categoria deixou vida de Marreta mais saudável: "Voltei a comer"

Thiago Marreta se exibe após subir na balança do UFC - Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Thiago Marreta se exibe após subir na balança do UFC Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

22/02/2019 04h00

Thiago Marreta vive uma nova vida desde que trocou a divisão dos médios pela dos meio-pesados do UFC. Aos 35 anos, o brasileiro passou a ter uma dieta mais saudável e sentiu uma evolução em seu desempenho dentro do octógono.

"Sinto-me muito mais forte agora. Consigo treinar mais e por mais tempo, não fico debilitado como eu ficava antes. Na luta, me sinto mais forte, mais resistente e com maior poder de nocaute. Essa mudança só me trouxe coisas benéficas", afirmou.

A mudança de categoria aconteceu no meio do ano passado, após a vitória sobre Kevin Holland. A dificuldade de bater o peso e a condição física que ficava a cada preparação foram determinantes para a decisão de Marreta.

"Saúde em primeiro lugar. Eu estava tendo muita dificuldade para bater o peso dos médios. E agora eu voltei a comer normal. Na dieta para bater o peso da categoria anterior, eu mal conseguia comer direito", relembrou.

Até o momento, Marreta fez duas lutas pelos médios, contra Eryk Anders e Jimi Manuwa. Ele venceu os dois combates e ainda deixou o evento com bônus de performances. 

O desafio agora será contra o polonês Jan Blachowicz. Os dois se enfrentarão na luta principal do evento que acontecerá em Praga, na República Tcheca, amanhã (23).

MMA