Topo

Esporte


Ex De Férias com o Ex deixou multinacionais para dar aulas de jiu-jitsu

Guiherme Trestini participou da primeira temporada do De Férias com o Ex - Reprodução/Instagram
Guiherme Trestini participou da primeira temporada do De Férias com o Ex Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/07/2019 04h00

Você pode conhecer Guilherme Trestini pela sua participação na primeira temporada De Férias com o Ex, em 2016. Porém, o reality show da MTV não conta a história por trás de seus participantes. Após passagens como ator e modelo, o carioca largou tudo para dar aulas de jiu-jitsu na Inglaterra, na academia Gracie Barra, fundada por Carlos Gracie Jr.

Formado na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) em Ciências Contábeis, Trestini trabalhou na IBM e na Odebrecht, onde saiu após quatro anos na empresa por conta da Lava Jato. Após isso, ele passou a se dedicar ao jiu-jitsu com o mestre Gustavo "Braguinha" Braga e foi da faixa branca à preta, treinando todos os dias.

"A partir do momento que me dediquei ao jiu-jitsu e percebi que aquilo poderia ser meu ganha pão, eu falei: 'vou viver do jiu-jitsu'. Quando você consegue alinhar o que você ama com uma boa remuneração, é o trabalho dos sonhos. Eu ganhava um bom salário, mas era infeliz. O dia inteiro atrás de um computador e usando terno e gravata. Não gostava do que fazia", afirmou Trestini em entrevista ao UOL Esporte.

Aos 28 anos, o ex-participante do reality mora em Londres, na Inglaterra. Mas antes disso, ele foi indicado por um amigo para dar aulas em Sydney, na Austrália, também na Gracie Barra. Na Oceania, percebeu que poderia viver do esporte.

View this post on Instagram

The Red Shield @gbbondi tks for everything. I really had a good time here with you guys.

A post shared by Guilherme Trestini (@guitrestini) on

"Fora do país, o jiu-jitsu te remunera bem. Infelizmente, no Brasil viver bem do jiu-jitsu é muito difícil. Fora do país não. Aqui em Londres ou na Austrália, você consegue ganhar uma grana boa e ter uma boa casa, um bom carro e dar um conforto para sua família. Além disso, a segurança aqui é muito melhor, a violência no Rio de Janeiro fez com que a gente deixasse o país", revelou.

Hoje, dando aulas na Inglaterra, Trestini é grato ao De Férias com o Ex pelas portas que foram abertas. Com 149 mil seguidores no Instagram, muito por conta do programa, ele diz que consegue 'disseminar' o esporte.

"Me deu visibilidade, é fácil chamar as pessoas para o jiu-jitsu e trazer as pessoas para o esporte. Para a vida me ajudou em 'n' coisas, quando você quer um pouco de paz é meio difícil, mas por causa da televisão consegui ter uma vida confortável, me proporcionou muitas coisas boas e a disseminar o jiu-jitsu que é minha missão", concluiu.

Esporte