PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Quarto do mundo, Calderano disputa torneio no Peru por retorno ao top 3

27/05/2022 13h12


O brasileiro Hugo Calderano definiu o próximo compromisso em sua agenda de competições. Será o WTT Contender Lima, no Peru, entre os dias 13 e 19 de junho. O obetivo do mesa-tenista no momento é retomar o terceiro lugar no ranking mundial. Para isso, ele terá de pelo menos chegar à decisão.

+ Tricampeão olímpico Zé Roberto recusa propostas de Turquia e Rússia por Barueri: 'Projeto é razão de viver'

Aos 25 anos, Calderano é o melhor jogador do mundo não asiático da modalidade. Os três primeiros da lista são chineses: Fan Zhendong, Ma Long e Liang Jingkun, mas nenhum estará em Lima.

O brasileiro teve um salto na lista no período da pandemia, graças à regularidade alcançada nas competições que passaram a contar mais pontos, e assumiu o terceiro lugar de forma inédita em janeiro de 2022. Diversos ajustes foram realizados pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) no ranking, devido aos adiamentos e cancelamentos de torneios.

Prejuízos da guerra levam a mudanças no planejamento

Calderano tem repensado o calendário desde que rescindiu contrato com o Fakel Gazprom Orenburg, da Rússia meio aos prejuízos que o esporte do país sofre em consequência da guerra na Ucrânia. O atleta voltará a Ochsenhausen, na Alemanha, após a participação no campeonato no Peru, e ainda não tem um novo clube confirmado.

Devido ao número limitado de eventos relevantes até aqui na temporada, o carioca disputou apenas três etapas do WTT em 2022 - o Star Contender e o Contender de Doha, no Qatar, e o Grand Smash de Singapura, todas em março. A ausência de grandes competições no calendário internacional torna o torneio peruano ainda mais atraente, pois distribui 400 pontos ao campeão.

O nível da competição promete ser dos mais elevados, uma vez que astros como os alemães Dimitrij Ovtcharov (9º do ranking mundial) e Dang Qiu (14º), o sueco Anton Kallberg (16º), o sul-coreano Lim Jonghoon (21º) e o francês Simon Gauzy (24º) estão confirmados.

Esta será a primeira vez em cinco anos que o Calderano disputará uma etapa do circuito internacional nas Américas. O último foi o Aberto do Brasil de 2017, do qual saiu campeão no individual e nas duplas masculinas. Seus últimos compromissos na região foram eventos continentais e o Campeonato Mundial de 2021, nos Estados Unidos.

O torneio em Lima será disputado na Villa Deportiva Nacional, mesmo lugar em que Hugo conquistou o bicampeonato individual dos Jogos Pan-Americanos de 2019, além de um ouro nas duplas masculinas e um bronze por equipes. O local também foi palco da conquista do Campeonato Pan-Americano, no ano passado.

Futebol