PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'A CBF não permitiu', diz Ednaldo Rodrigues sobre fracasso da mudança de local de Londrina x Vasco

24/05/2022 16h37


Havia a possibilidade de Londrina x Vasco, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, ser no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES). A negociação esteve avançada, mas, no final, a partida foi mantida para o Estádio do Café. E o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, afirma que a não alteração do local da partida foi uma decisão da entidade.

- A CBF não permitiu essa partida acontecer em outro local porque não tinha elementos palpáveis para mudança - afirmou o dirigente, durante evento na entidade, nesta quarta-feira. O site "ge" publicou primeiramente.

O Vasco enfrentou, na última rodada, o Guarani numa partida fora de casa. O duelo, contudo, foi alterado do Brinco de Ouro, em Campinas (SP), para a Arena da Amazônia, em Manaus (AM). Sport e Bahia chegaram a protestar contra a mudança, e outros clubes também têm questionado alterações de locais que supostamente configurariam "inversão de mando".

- Respeitamos todo posicionamento de filiados e de qualquer pessoa. Agora, tem que verificar o que é o conceito de inversão de mando de campo. Tem que ficar claro, se tem proibição de regulamento geral e específico. O básico é: o que não é proibido é permitido. O Guarani não tem mando de campo em Manaus, mas foi problema de gramado, como eles disseram e também teve a anuência da Federação Paulista de Futebol e da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro - afirmou, antes de concluir:

- Os dois clubes queriam, então não vi inversão de mando de campo. Creio que existe quando tem jogo de ida e volta e acontece com mesmo mando de campo. Porém, esses casos estão sendo analisados com a presidência para ficarem bem claro. Esse desconforto não pode continuar - pregou Ednaldo.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Futebol