PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Deyverson relembra lance com árbitro na final e brinca: 'Cartão era para você, professor'

02/12/2021 15h46


Decisivo na conquista do tricampeonato da Libertadores para o Palmeiras, Deyverson falou com exclusividade ao NOSSO PALETRA, nesta quinta-feira (2) e contou sobre alguns momentos que marcaram a final disputa em Montevidéu. O atacante relembrou o lance envolvendo o Néstor Pitana, quando simulou uma falta do árbitro e brincou que o argentino deveria ter mostrado cartão amarelo para ele mesmo.

- Eu não vi que era ele, achei que era o Willian Arão ou Matheuzinho. Depois que ele me deu o soco e eu cai no chão, falei pra ele: "Você não vai dar cartão pra ele, não?". O ábritro me perguntou para quem seria e eu disse que era para o Arão ou Matheuzinho. O Néstor falou que tinha sido ele e então eu respondi: "Cartão era pra você, professor". Ele pediu para eu levantar e que iria ser campeão - brincou o atacante palmeirense.

Após o apito final, o atacante arremessou as chuteiras que usou no jogo para os torcedores que estavam nas arquibancadas do estádio Centenário durante a comemoração do título. Apesar do valor sentimental, o jogador deixou claro que o mais importante naquela final era a presença da torcida palmeirense, que não pode estar presente em nenhuma outra partida durante a campanha.

- O objeto mais importante daquela final era a torcida. Eles deixaram os familiares, suas casas e até o trabalho para poderem estar lá apoiando a gente. Alguns venderam carro e outras coisas para conseguirem pagar tudo. Mesmo com todo o procedimento da Covid, eles deram um jeito estar lá. As chuteiras são coisas materiais que vão ficar no mundo. Vamos ficar velhos e tudo isso passa. O que fica mesmo é o legado. Aquele momento foi uma forma demostrar minha gratidão à torcida. Eles são apaixonados pelo clube - disse.


Após consagrar-se campeão sul-americano, Deyverson já integra o grupo de jogadores do grupo principal que tiveram suas férias antecipadas. Visando a preparação para o Mundial de Clubes, que será disputado em fevereiro de 2022, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, os atletas devem se reapresentar em 5 de janeiro do próximo ano.

Futebol