PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos goleia a Juazeirense e encaminha classificação na Copa do Brasil

28/07/2021 21h26


Na base da pressão, o Santos venceu a Juazeirense por 4 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Os gols do Peixe foram marcados por Madson, Lucas Braga, Marcos Leonardo e Carlos Sánchez, todos no segundo tempo.

Com o resultado, o Santos pode perder por até três gols de diferença na partida de volta na próxima quinta-feira, na Bahia. Antes, a equipe enfrenta a Chapecoense, domingo, em Chapecó, pelo Campeonato Brasileiro.

O jogo

Como esperado, o Santos partiu com tudo para o ataque e teve duas chances em cabeçadas de Madson, aos sete e aos oito minutos, mas o goleiro Rodrigo Calaça fez duas defesas.

A Juazeirense se armou para jogar por uma bola e ela veio aos nove minutos. Madson recuou errado e Junior Timbó saiu sozinho na frente do goleiro João Paulo, mas o atacante finalizou errado e perdeu gol feito.

O Santos seguiu pressionando. Aos 18 minutos, Kaiky deu lindo lançamento para Felipe Jonatan, que cruzou rasteiro, Marinho finalizou, a bola desviou e passou raspando a trave direita da Juazeirense. Aois 36 minutos, Lucas Braga fez jogada individual pela esquerda e cruzou, Felipe Jonatan bateu de primeira e o goleiro Rodrigo Calaça fez grande defesa.

A melhor chance do Santos saiu aos 43 minutos. Após cruzamento da direita, Marinho recebeu na marca do pênalti e soltou a bomba, mas o goleiro Rodrigo Calaça fez grande defesa e salvou a Juazeirense.

O Santos voltou para o segundo tempo com Bruno Marques na vaga de Gabriel Pirani e passou a insistir, ainda mais, nos cruzamentos para a área. Aos seis e aos sete minutos, o atacante ganhou pelo alto, mas cabeceou para fora. Aos 11, Jean Mota arriscou de fora da área e o goleiro Rodrigo Calaça mandou para escanteio.

Assim como no primeiro tempo, a Juazeirense teve a bola para abrir o placar. Aos 14 minutos, Luiz Felipe falhou feio, Kesley saiu cara a cara com o goleiro João Paulo, mas perdeu o gol.

O Santos abriu o placar aos 26 minutos da única forma que poderia ser. Aos 26 minutos, o meia Jean Mota deu belo cruzamento da esquerda, Madson entrou no segundo pau e cabeceou para fazer o primeiro gol do Peixe.

Aos 33 minutos, o atacante Lucas Braga fez linda jogada individual, mas foi travado na entrada da área. A bola sobrou limpa para Bruno Marques, que bateu de primeira, mas a bola saiu raspando a trave esquerda do goleiro Rodrigo Calaça.

Mesmo em vantagem, o Peixe manteve a pressão. Aos 35 minutos, após cruzamento de Felipe Jonatan, Bruno Marques cabeceou por cima do gol. Aos 39, saiu o segundo. Após confusão na área, Carlos Sánchez chutou da direita, Rodrigo Calaça e rebateu e Lucas Braga aproveitou o rebote para chutar no canto esquerdo do goleiro da Juazeirense e ampliar o placar.

Nos acréscimos, o Santos fez o terceiro. Luiz Felipe recebeu na entrada da área e deu ótima assistência para Marcos Leonardo, que chutou na saída do goleiro Rodrigo Calaça. O árbitro deu impedimento, mas o VAR entrou em ação e confirmou que a posição do zagueiro santista no início da jogada era legal.

Aos 54 minutos, após cruzamento da esquerda, a bola sobrou para Carlos Sánchez no segundo pau. Ele dominou e soltou a bomba, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Rodrigo Calaça. Foi o 27º gol do uruguaio com a camisa do Peixe. Ele se isolou como o maior artilheiro estrangeiro do clube.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 4 X 0 JUAZEIRENSE

Data e hora: 28 de julho de 2021, às 19h15 (Horário de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Gols: Madson, 26'/2Tº (1-0), Lucas Braga, 39'/2ºT (2-0) e Marcos Leonardo, 46'/2ºT, Carlos Sánchez, 54'/2ºT
Cartões amarelos: Marinho e Jean Mota (SAN), Daniel e Tony Galeho (JUA)

SANTOS: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Felipe Jonatan; Jean Mota, Carlos Sánchez e Gabriel Pirani (Bruno Marques, no intervalo); Marcos Guilherme, Lucas Braga e Marinho (Marcos Leonardo, aos 38'/2ºT). Técnico: Fernando Diniz

JUAZEIRENSE: Rodrigo Calaça; Guilherme Lucena (Carlinhos, aos 26'/2ºT), Jamerson, Wendel e Daniel; Waguinho, Sapé, Patrik e Júnior Timbó (Ian Augusto, aos 17'/2ºT); Tony Galego (Waldir, aos 36'/2ºT) e Kesley (Nino Guerreiro, aos 20'/2°T). Técnico: Carlos Rabelo

Futebol