PUBLICIDADE
Topo

Futebol

CSA pressiona, mas não sai do zero com Sampaio Corrêa pela Série B

05/06/2021 18h30


Jogando no Estádio Rei Pelé, em Maceió, CSA e Sampaio Corrêa não saíram do zero pela 2ª rodada do Brasileirão Série B 2021. O Azulão pressionou durante grande parte do jogo, mas parou nas boas defesas do goleiro Mota e nos seus próprios erros.

O CSA agora volta a campo no próximo sábado (12), quando visita o Vila Nova, às 19h, pela 3ª rodada do Brasileirão Série B. Já o Sampaio Corrêa tem como seu próximo compromisso a Ponte Preta, em casa, na sexta-feira (11), às 19h.

Salva Mota

O CSA começou o jogo melhor. Trocando passes no campo ofensivo, a equipe alagoana iniciou o duelo tentando infiltrar a defesa adversária. Logo aos 5 minutos, Silvinho recebeu pela esquerda e tocou para o meio. Iury apareceu livre entre os defensores e finalizou. Bem posicionado, Mota conseguiu afastar o perigo.

Por outro lado, o Sampaio Corrêa se viu pressionado e pouco conseguiu criar nos primeiros 15 minutos do duelo. As jogadas em velocidade pelos lados geralmente deixaram Jajá e Jefinho sozinhos, limitando suas ações.

CSA domina
O domínio dos mandantes seguiu claro. Com 18 minutos, Gabriel recebeu pelo lado direito e serviu Marco Túlio, que apareceu por trás. O atacante pegou mal na bola e errou o alvo.

Já quando o relógio marcava 23 minutos, Gabriel arrancou com espaço pelo meio e soltou uma bomba. Mota tentou encaixar, mas teve dificuldades e acabou soltando a bola. No rebote, a defesa apareceu bem para afastar o perigo.

Aí não, Silvinho
Marcando o Sampaio Corrêa de perto e dominando a posse do bola, o CSA chegou perto do gol mais duas vezes, ambas com Silvinho. Na primeira, Gabriel inverteu o jogo e encontrou Norberto na direita. O lateral deixou o marcador para trás e serviu o camisa 11. Na tentativa do chute, o atacante isolou.?

Quatro minutos depois, Silvinho tentou se redimir do erro e arriscou uma bomba de fora da área, mas viu a bola passar próxima à trave direita do gol defendido por Mota.

Finalmente uma resposta
Já na reta final, Norberto apareceu mais uma vez bem pelo lado direito do campo de ataque. O lateral do CSA trouxe para dentro da área e bateu firme. Mota voou e evitou que a bola morresse no fundo das redes.

A única chegada do Sampaio Corrêa veio aos 44 minutos. Jajá avançou em velocidade perto da área e arriscou. Mesmo com o campo molhado por conta da chuva, Thiago Rodrigues caiu bem no canto direito e defendeu com segurança, levando o 0 x 0 para o intervalo.

Inacreditável!
?
O Sampaio Corrêa voltou do intervalo mais ligado no jogo e disposto a ficar com a bola. Durante os cinco primeiros minutos da etapa fina, foi a Bolívia Querida que teve mais posse e pisou mais no campo de ataque

Em contrapartida, quem começou o 2° tempo levando mais perigo foi o CSA. Em dois lances seguidos, o Azulão quase abriu o placar. No primeiro, Silvinho fez jogada individual pelo lado esquerdo e cruzou para o meio, parando nas mãos de Mota. Já no minuto seguinte, Norberto chutou de primeira após bola ajeitada e viu ela bater na trave. Na sobra, Iury teve o gol livre para marcar, mas se enrolou todo e mandou para fora.

Duas vezes Mota
O duelo ficou muito mais equilibrado na etapa final. Enquanto Jajá acertou a rede pelo lado de fora no Sampaio Corrêa, Nadson levou perigo duas vezes ao goleiro Mota do outro lado.

Em batida de falta, o meia do CSA obrigou o arqueiro a socar a bola, que tinha o endereço das redes. Pouco depois, o camisa 8 arriscou de longe, e Mota se esticou todo para tirar com a ponta dos dedos.

De longe, Ciel?
Marcado pelo gol do meio de campo feito contra o CRB enquanto jogava pelo Salgueiro, Ciel tentou repetir a dose contra um alagoano, mas agora pelo Sampaio Corrêa. Contudo, o chute passou longe.

Por outro lado, o CSA, que teve a posse de bola e criou as melhores oportunidades durante toda a partida, pouco conseguiu fazer na reta final do confronto, o que só contribuiu para o duelo terminar empatado em 0 x 0.

FICHA TÉCNICA
CSA 0 X 0 SAMPAIO CORRÊA
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL
Data/Horário: 05 de junho de 2021 (sábado), às 16h30
Árbitro: Diego Fernando Silva de Lima (PE)
Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca (PE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
Cartões amarelos: Iury, Dellatorre (CSA), Watson, Zé Mario (Sampaio Corrêa)

CSA: Thiago Rodrigues, Norberto, Lucão, Matheus Felipe e Kevyn (Vitor Costa, aos 40'/2°T); Geovane, Nadson e Gabriel; Silvinho (Ítalo, aos 28'/2°T), Marco Túlio (Dellatorre, aos 19'/2°T) e Iury (Aylon, aos 28'/2°T). Técnico: Bruno Pivetti

SAMPAIO CORRÊA: Mota, Watson (Pablo, aos 28'/2°T) (Guilherme Teixeira, aos 38'/2°T), Joécio, Nilson Júnior e Zé Mario; André Luiz, Mauro Silva, Daniel Costa (Jean Silva, aos 17'/2°T) e Guilherme Campana; Jajá (Eloir, aos 38'/2°T) e Jefinho (Ciel, aos 28'/2°T). Técnico: Felipe Surian

Futebol