PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Advogado de Maradona se revolta com demora de ambulância e pede investigação: 'Idiotice criminosa'

26/11/2020 09h47

A morte de Diego Maradona pode virar caso de tribunal. Em comunicado oficial nas redes sociais, nesta quinta-feira, o advogado do ex-jogador, Matías Morla, indicou que lutará por uma investigação sobre a morte de seu cliente. Segundo ele, Maradona "não teve a atenção" devida durante 12 horas, apesar de ter uma equipe médica disponível em casa, e a ambulância demorou mais de meia hora para socorrê-lo.

+ Confira o chaveamento da Libertadores

- É inexplicável que durante 12 horas meu amigo não tenha tido a atenção por parte do pessoal de saúde dedicado a esses fins. A ambulância demorou mais de meia hora para chegar, o que foi uma idiotice criminosa.

Confira o comunicado do advogado de Maradona na íntegra:

"Hoje é um dia de profunda dor, tristeza e reflexão. Sinto em meu coração a partida do meu amigo, a quem honrei com minha lealdade e companheirismo até o último de seus dias. Minha despedida eu fiz com ele pessoalmente, e o velório deve ser um momento íntimo e familiar.

E quanto à informação das autoridades de San Isidro, é inexplicável que durante 12 horas meu amigo não tenha tido a atenção por parte do pessoal de saúde dedicado a esses fins. A ambulância demorou mais de meia hora para chegar, o que foi uma idiotice criminosa.

Não se deve passar por cima desse fato, e vou pedir que se investigue até as últimas consequências. Como me dizia Diego: você é meu soldado, atue sem piedade.

Para definir Diego neste momento de profunda desolação e dor, posso dizer: foi um bom filho, o melhor jogador da história e uma pessoa honesta.

Que descanse em paz, irmão."

Futebol