PUBLICIDADE
Topo

Esquema de pirataria de TV pode cancelar venda do Newcastle

26/05/2020 18h17

O Newcastle pode não receber os mais de 300 milhões de euros que o consórcio, liderado por Mohammed Bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita, tinha em caixa para investir no clube. A Organização Mundial do Comércio (OMC) concluiu que o país está envolvido em um esquema de pirataria, onde fornece acesso ilegal a transmissões televisivas.

De acordo com o 'The Guardian', o relatório final, com 130 páginas, será publicado em meio de junho, e a Premier League já terá posse do documento.

A UEFA, a FIFA, a LaLiga ou a Premier League foram algumas das organizações que já tomaram posições judiciais contra o esquema anteriormente, que parece contar com o apoio da Arábia Saudita.

Futebol