PUBLICIDADE
Topo

Rony é o quarto titular campeão da Copa do Brasil a deixar o Athletico

Rony, atacante do Athletico-PR, durante partida pelo Brasileirão 2019 - Jason Silva/AGIF
Rony, atacante do Athletico-PR, durante partida pelo Brasileirão 2019 Imagem: Jason Silva/AGIF

20/02/2020 15h01

No dia 18 de setembro de 2019, o Athletico vencia o Internacional por 2 a 1 no Beira-Rio e faturava o inédito título da Copa do Brasil, torneio que era um sonho de consumo dentro do Furacão.

Pouco mais de cinco meses daquela noite em Porto Alegre, o cenário dentro do Furacão é completamente diferente. Quatro dos onze jogadores que iniciaram a partida não estão mais no clube graças ao mercado da bola. A mais recente perda foi o atacante Rony, que encaminhou a sua transferência para o Palmeiras nesta quinta-feira.

Antes do camisa 7, o Athletico havia perdido Marco Ruben, que voltou ao Rosario Central, o volante Bruno Guimarães, negociado com o Lyon-FRA e o zagueiro Léo Pereira, vendido ao Flamengo.

Lembrando que, o meia-atacante Marcelo Cirino, autor da jogada que deu o título, também deixou o clube ao término da última temporada. Por falar no banco de reservas, o técnico Tiago Nunes saiu do Athletico e atualmente está no Corinthians. Junto com eles, o lateral-direito Madson, que também jogou a final, retornou ao Grêmio e foi negociado com o Santos.

Relembre a escalação campeã da Copa do Brasil: Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Cittadini, Bruno Guimarães, Nikão, Rony e Marco Rubén. Técnico: Tiago Nunes.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Athletico