PUBLICIDADE
Topo

Futebol


“Imprescindível” peça de Luxa agora disputa outra vaga no Palmeiras ideal

Raphael Veiga foi testado na ponta, mas agora disputa vaga no meio - Daniel Vorley/AGIF
Raphael Veiga foi testado na ponta, mas agora disputa vaga no meio Imagem: Daniel Vorley/AGIF

27/01/2020 09h00

Vanderlei Luxemburgo já definiu Raphael Veiga como "imprescindível" por sua qualidade técnica, tanto que pediu para a diretoria não negociá-lo com outros clubes. Mas, depois de admitir que sacrificava o meia ao escalá-lo aberto pela esquerda, o técnico definiu que o meia passará a disputar posição como armador com Lucas Lima, um dos destaques deste início de 2020 no Palmeiras. Depois do empate sem gols contra o São Paulo, em Araraquara, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, o treinador disse não ver problema nenhum em voltar atrás em suas convicções iniciais.

"Estou tentando buscar porque o acho um jogador de qualidade. Tentei encaixar o Raphael com o Lucas Lima e vi que fica difícil porque ele não sabe jogar de lado, dominando a bola e girando. O que tenho de fazer? Dei a oportunidade, vi que não pode e, agora, ele vai ficar ali brigando com o Lucas Lima no meio por uma posição. É natural isso, sem problema nenhum", comentou o treinador.

Raphael Veiga perdeu a posição como titular no 0 a 0 diante do São Paulo, em Araraquara, no domingo, com o atacante Gabriel Veron escalado mais aberto no setor ofensivo. O meio-campista iniciou as três partidas na temporada, incluindo duas pela Florida Cup, mas não saiu do banco no clássico.

A escalação do meia aberto foi uma tentativa de Luxemburgo para comprovar sua confiança no jogador, que terminou 2019 jogando pouco e despertando interesse de outros clubes. O treinador sempre admitiu que colocava o jogador na expectativa de que encaixasse, dentro de suas características, com o perfil armador de Lucas Lima. Não deu certo.

Na visão de Luxa, Veiga tem condições de atuar na posição de Lucas Lima, com qualidade técnica. O titular, contudo, começou bem a temporada e, por isso, restará a Veiga aguardar um pouco mais por uma oportunidade. Mas, ainda assim, com a confiança do chefe, que já o chamou de "imprescindível".

Nesta quarta-feira, às 19h15, o Palmeiras volta a campo, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. A equipe recebe o Oeste, no Pacaembu, já que o Allianz Parque segue vetado para implantação de grama sintética.

Futebol