PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Quase em casa! Luan terá noite especial com o Timão em Mirassol

26/01/2020 09h00

O domingo será especial para o meia-atacante Luan. Nascido em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, o dono da camisa 7 do Corinthians terá uma rara oportunidade em sua carreira: atuar ao lado de casa, próximo de seus familiares e amigos. Isto porque, às 19h, o Timão vai até Mirassol enfrentar o time da casa pela segunda rodada do Campeonato Paulista, e o estádio José Maria de Campos Maia fica apenas 17 quilômetros de sua cidade-natal.

TABELA

>Confira a classificação do Campeonato Paulista

Revelado pelo Tanabi, em 2012, Luan teve poucas oportunidades enquanto profissional para jogar próximo de sua família. Isto porque, depois de se destacar na Copinha de 2013 pelo América-SP, o meia-atacante foi para Porto Alegre e terminou sua formação de base no Grêmio. Atuar em Rio Preto ou nas cidades próximas apenas nas férias durante as peladas de fim de ano.

Agora, atuando no Corinthians e disputando o Campeonato Paulista, Luan - campeão olímpico em 2016 e Rei das Américas no ano seguinte - tem a possibilidade de atuar próximo de sua família e também de seus amigos de infância. Por isso, o duelo desta noite contra o Mirassol tem um valor sentimental grande para a principal contratação do Timão nesta temporada.

- Foi onde comecei, em Rio Preto, na minha cidade. E jogar ali do lado para mim é especial, ainda mais representando o Corinthians, ali naquela região tenho muitos amigos corintianos, a maioria, a gente sempre acompanhava. E representar o Corinthians perto da família e dos amigos terá um gosto especial - afirmou o jogador em coletiva na última sexta.

Por se tratar de um início de trabalho e também pelo fato do Corinthians estar se preparando para a estreia na Copa Libertadores, no dia 5 de fevereiro, o técnico Tiago Nunes pode poupar alguns dos titulares contra o Mirassol para prevenir lesões e dar ritmo de jogo para todos do elenco. Apesar disso, Luan é presença confirmada neste domingo.

- Todos vão (referindo-se aos seus amigos e familiares), sempre quis jogar pertinho deles. Acho que metade da torcida vai ser meus amigos e minha família (risos) - brincou o meia-atacante, autor de três gols em seus três primeiros jogos com a camisa do Corinthians.

Futebol