PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Com gol de pênalti, Confiança derrota o ABC pela Copa do Nordeste

25/01/2020 21h56

Em um confronto bastante disputado na noite deste sábado (25), pela primeira rodada da Copa do Nordeste, a equipe do Confiança iniciou com o pé direito sua campanha derrotando o ABC, pelo placar de 1 a 0, na Arena Batistão, localizada em Aracaju.

Com o resultado, os comandados de Daniel Paulista somaram os seus primeiros 3 pontos, ficando na segunda posição do Grupo B. Já os comandados de Francisco Diá, sem nenhum ponto, acabaram ficando na lanterna do Grupo A.

PRIMEIRO TEMPO

Mesmo atuando longe de casa, o ABC iniciou o confronto tentando surpreender o Confiança. Com jogadas aéreas, os potiguares com Núbio Flávio e Igor Goularte até que tentaram, mas todas acabaram sem sucesso.

Tentando equilibrar as ações o time da casa, com Renan Gorne, aparecia com perigo no campo rival, tentando dar trabalho ao goleiro Rafael, que, por sua vez, mantinha-se atento às jogadas.

Na sequência, o panorama da partida seguiu igual até meados dos 30 minutos. Com muita intensidade, e não se preocupando em apenas defender-se, os times buscavam o gol a todo momento, porém nenhuma chance criada foi suficiente para tirar o zero do placar.

Pouco antes do término da etapa inicial, o ABC ainda teve um pênalti a seu favor. Após cruzamento, o zagueiro Luan acabou colocando a mão na bola, e a arbitragem acabou marcando a infração do atleta, porém, na cobrança, o goleiro Rafael Santos acabou defendendo a cobrança de Cedric, mantendo o placar parcial em 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO

Assim como foi na primeira etapa, os times iniciaram os últimos 45 minutos pressionando um ao outro. Se por um lado os alagoanos martelavam com jogadas ofensivas, por outro, os potiguares não queriam saber e também forçavam pelo meio e pelas laterais, assustando o goleiro Rafael Santos.

Foi somente aos 13 minutos que o Confiança tirou o zero do placar. Após pênalti marcado sobre Rafael Vila, o atacante Renan Gorne bateu e fez. 1 a 0.

Motivado pelo gol, os sergipanos não queriam saber de ceder espaços ao adversário. Com isso, até meados dos 35 minutos, passou a comandar as ações em campo, e, por muito pouco, em duas oportunidades, não ampliou a contagem no Batistão.

Na reta final, pouco antes dos 40 minutos, o atacante Renan Gorne acabou deixando o jogo para entrada de Reis em seu lugar. Na saída, o camisa 9 foi muito aplaudido pela torcida, justamente por ter sido o autor do único tento do Dragão no jogo.

Até os acréscimos, os donos da casa conseguiram manter o placar, com direito a muita vibração da torcida local após o apito final da arbitragem.

Futebol