PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Sem Walce, São Paulo define que substituto será 'made in Cotia'

17/01/2020 11h00

O São Paulo definiu que o substituto de Walce no elenco profissional será uma cria da base - o zagueiro se machucou durante a preparação da Seleção Brasileira sub-23 para o Pré-Olímpico na Colômbia, operou o joelho esquerdo nesta quinta e ficará ao menos seis meses parado.

O mais provável é que Rodrigo Freitas, zagueiro de 21 anos que está emprestado ao Portimonense (POR), seja chamado de volta. Mas a diretoria ainda não descarta promover um dos jovens da Copinha deste ano: Fasson, Luizão e Matheus têm jogado, com destaque para o primeiro.

- A gente tem uma cláusula no contrato do Rodrigo com o Portimonense, podemos pedir a volta dele nessa janela de começo de ano. A decisão não está tomada, temos zagueiros aqui, os que estão jogando a Copinha. A solução deve ser, sim, caseira, porque acreditamos no potencial de todos. Quando a gente empresta o Rodrigo, é por querer dar a ele uma vivência que seria difícil conseguir aqui. Ele jogou, conheceu sistema de jogo diferente, foi para a Seleção. Vamos debater com o Diniz se é o caso de pedir o retorno dele - disse o gerente Alexandre Pássaro.

O diretor de futebol Raí ainda complementou citando Diego, capitão da Copinha de 2019 como volante. Ele é zagueiro de origem, estourou a idade do sub-20 e está no profissional nesta temporada.

- Sobre o Walce, temos, além da possibilidade do Rodrigo, um outro talento que é o Diego. Ele está preparado, além de Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves.

Os volantes Luan e Jucilei também têm sido testados na zaga por Diniz durante a pré-temporada e, em caso de necessidade, podem ser opções.

Futebol