PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Caio Alexandre comemora ascensão aos profissionais e projeta 2020

15/12/2019 17h15

Em 2019, as dificuldades financeiras fizeram com que o Botafogo terminasse o Brasileirão como o clube que mais deu oportunidades a jogadores formados nas categorias de base, entre os clubes da Série A. O ex-capitão do time Sub-20, Caio Alexandre foi promovido aos profissionais, em setembro, e tem sido apontado como uma das promessas de destaque para a próxima temporada. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o jogador de 20 anos, que chegou a ser relacionado em três partidas com o time principal, falou sobre a expectativa de para a estreia e falou dos planos para 2020.

- Esta temporada foi ótima para mim. Comecei o ano como capitão do Sub-20, e, no final de agosto, fui integrado aos profissionais. Era um sonho meu ser atleta do Botafogo, trabalhar com grandes jogadores. Foi uma temporada muito positiva. Espero que 2020 seja melhor ainda. Que eu possa estrear e desempenhar um bom futebol, além de dar muitas alegrias à torcida do Botafogo - disse Caio Alexandre.

O meio-campista é um jogador considerado versátil, que sabe atuar como primeiro ou segundo volante. Em declarações anteriores disse ter como inspiração e modelo de jogo craques do futebol internacional como o alemão Toni Kroos, o croata Luka Modric e o espanhol Sergio Busquets. Aos 20 anos, se destaca pelo controle de bola e pela precisão nos passes longos. Deixar os companheiros na cara do gol é atividade preferida do jovem.

Integração rápida e elogios a Valentim

Caio chegou ao clube em 2014 e se diz identificado com o clube que o abriu as portas no futebol. A integração aos profissionais foi rápida e facilitada pela boa recepção dos companheiros. Nas redes sociais é possível vê-lo em demonstrações da amizade com os companheiros de elenco, como Diego Souza, Kanu e Cavalieri.

-O grupo todo me recebeu bem. É um grupo o unido e muito bom de trabalhar. Todos se dedicam ao máximo para ter o melhor desempenho. Tanto mais os experientes, como os mais novos me receberam muito bem. Sempre busco ouvir o conselho de grandes jogadores como João Paulo, Gabriel e Cavalieri - contou.

O jovem atleta também fez elogios ao técnico Alberto Valentim pela intensidade exigida nos treinamentos. Foi com o treinador, contratado em outubro, que Caio foi relacionado pelas primeira vezes como profissional, nas três rodadas finais do Brasileirão, contra Internacional, Atlético-MG e Ceará. Para 2020, não esconde a ansiedade em estrear com com a camisa do Glorioso.

- O Valentim é um grande treinador. Desde o momento que ele assumiu o time, aprendi muito com ele. Ele gosta dos treinamentos intensos e de observar a todos. Foi com ele que tive a oportunidade de ser relacionado pela primeira vez como profissional. Agora espero trabalhar forte na pré-temporada e me entregar ao máximo para ter um grande ano, para mim e para o Botafogo. Quero que 2020 seja um ano de conquistas. Vamos nos doar ao máximo em todas as competições para botar o Botafogo no topo, o lugar que o clube merece.

Futebol