PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Sampaoli se atrai por oferta, mas recebe 'ultimato' do Palmeiras

14/12/2019 09h00

O Palmeiras entende que entregou uma proposta "muito boa" para Jorge Sampaoli, e o técnico de fato considerou atraente o projeto que lhe foi apresentado quinta-feira, no Rio de Janeiro (RJ). Ainda assim, a intenção do argentino é fazer uma análise sem pressa, enquanto o clube lhe deu um "ultimato": quer uma resposta neste sábado.

De acordo com uma pessoa próxima a Sampaoli ouvida pela reportagem, o encontro com a diretoria do Palmeiras foi bom. O treinador, contudo, avalia tanto aspectos esportivos quanto financeiros neste momento, sem pensar tanto em uma data.

Já o Palmeiras tem pressa. Como publicou o Globo Esporte, após a sexta-feira sem contato, o clube pediu para que Sampaoli dê uma resposta neste sábado, ainda que para rediscutir termos da oferta. A ideia é não atrasar tanto os planos para 2020, caso o técnico não acerte.

A principal diferença entre as partes é relacionada a salário. O técnico pediu inicialmente R$ 2 milhões por mês para toda sua comissão técnica. Havia um "oceano de distância" em relação ao que o Verdão considera ser responsável investir. Com bonificações por metas, o clube fez uma contraproposta.

?

?Por outro lado, concordou com pedidos de Sampaoli, como a presença de Gabriel Andreata, gerente de futebol do Santos, em sua equipe. O amigo do técnico, porém, entraria como membro da comissão técnica, não como parte da direção executiva alviverde.

Sampaoli está descansando no Rio de Janeiro (RJ) e já mostrou interesse em permanecer no Brasil. O Racing, da Argentina, foi o primeiro clube a procurá-lo, e as conversas não avançaram. A seleção do Equador, que já o sondou no meio do ano, é outra interessada.

O Flamengo seria um potencial concorrente do Palmeiras para ter o argentino, mas dificilmente não começará a temporada de 2020 com o português Jorge Jesus no comando técnico. Já o Atlético-MG fez um contato oficial, mas o não há um consenso sobre o principal nome no clube mineiro.

O cenário, portanto, favorece o Palmeiras para concluir o desejo de ter o técnico que é praticamente unanimidade internamente. Com um dos maiores patrocínios da América Latina e um elenco valorizado, o Verdão pode dar a Sampaoli a condição de brigar pela Libertadores, como sonha.

O que pesa contra o clube são as seguidas crises e instabilidade no cargo de treinador - só em 2019 Luiz Felipe Scolari e Mano Menezes foram demitidos. Com o último comandante, foi mandado embora também o diretor de futebol Alexandre Mattos - Anderson Barros, ex-Botafogo, o substituiu.

O Verdão considera ter oferecido o melhor que poderia a Sampaoli. Ainda que ocorram discussões no clube sobre outros candidatos, o ex-treinador do Santos é o favorito com folga ao cargo. Para o ano que vem, a diretoria planeja ter um time mais ofensivo, como foi o do rival nesta temporada.

?

Além de ter de responder ao Palmeiras, Jorge Sampaoli se prepara para viver uma batalha na Justiça contra o Santos. O clube diz que o treinador precisa pagar cerca de R$ 10 milhões pela multa rescisória de seu contrato, enquanto ele argumenta que pediu demissão um dia após o vencimento desta cláusula no contrato. O imbróglio envolve, inclusive, os auxiliares que farão parte de sua comissão técnica, caso feche com o Verdão.

Futebol