Topo

Seleção Brasileira


Romário sugere Renato Gaúcho para seleção: "Tite já teve sua oportunidade"

Leo Caobelli/UOL
Imagem: Leo Caobelli/UOL

03/11/2019 07h00

Apesar de estar longe dos gramados há onze anos e completando quase dez de vida política, Romário não deixou de acompanhar e torcer pela seleção brasileira. Em entrevista ao LANCE!, o "Baixinho", sempre muito sincero, fez duras críticas à CBF. Ao analisar o momento da Seleção, o eterno camisa 11 deixou claro sua insatisfação e citou Renato Gaúcho como principal nome ao cargo.

"A seleção brasileira teve um momento de praticar um bom futebol e foi o que aconteceu nos últimos quatro jogos da Copa América. Eu, particularmente, fui contrário e continuo sendo contra o Tite como treinador. Não que ele seja um técnico sem competência, ou mau treinador, mas acho que ele já teve a oportunidade dele numa Copa do Mundo e não abraçou. Então, pra mim, é a vez de dar a chance a outro. E digo pra vocês, se eu fosse presidente da CBF daria a vaga para o Renato Gaúcho", revelou Romário.

Romário também falou sobre o momento conturbado que vive o principal jogador da seleção: Neymar. O ex-jogador se mostrou preocupado com o rendimento futuro do camisa 10 caso ele não encontre 'paz na vida pessoal'.

"Tratando-se de CBF, eu sempre falei e continuarei falando enquanto não houver mudança, o objetivo sempre é ganhar dinheiro para se enriquecer ilicitamente. Todo mundo está vendo o que está acontecendo nesses jogos amistosos. Eu acho que essa Seleção realmente tem deixado muito a desejar, tem bons jogadores, temos o Neymar como nosso principal jogador, mesmo neste momento não se encontrando em um momento de paz como na vida pessoal, como profissional. Isso é ruim pra ele e pra gente como torcedor, que gosta de futebol e sabe bem o que o Neymar representa. Espero que as coisas melhorem, porque se continuar assim, teremos dificuldades em competições mais difíceis", finalizou Romário

Seleção Brasileira