Topo

Futebol


Inter enfrenta dificuldades, mas bate Avaí e retorna ao G6 do Brasileirão

17/10/2019 21h13

O placar de 2 a 0 fora de casa frente ao Avaí na Ressacada jogando desde o minuto dois de partida com um homem a mais não veio com um jogo de encher os olhos do Internacional. Todavia, depois de passar seis rodadas sem vencer no Brasileirão, o triunfo veio em excelente hora e recolocou a equipe no G6 da competição com 42 pontos.

Do lado avaiano, o que já estava ruim se torna ainda mais agoniante com o time há seis rodadas de jejum e na 19ª colocação tendo 17 unidades.

PROBLEMA PRECOCE

Com apenas um minuto de jogo, o panorama da partida sofreu uma intensa mudança após dividida no meio-campo onde Wesley pisou no tornozelo de Bruno Silva. Depois de apenas marcar a falta, o árbitro Thiago Duarte Peixoto foi avaliar o lance no VAR e acrescentou o cartão vermelho a marcação, deixando desde muito cedo o time mandante com um jogador a menos.

ESPAÇO NÃO VAI FALTAR

Com o adversário tendo forçosamente de se retrair em duas linhas de quatro jogadores e "isolando" Vinicius Araújo no plano ofensivo, o Colorado tinha ainda mais campo para formular suas chances ofensivas. As primeiras chegadas mais aguda vieram quando Nico López usou a cabeça e pegou o rebote em cobrança de escanteio espirrada pela zaga onde, na primeira, Vladimir se esticou todo e espalmou bola que tocou ainda na trave direita. Na segunda, mesmo com uma pancada de perna esquerda do uruguaio, o arqueiro avaiano deu um salto espetacular para fazer outra defesa importante.

NEM VLADIMIR SALVA

O goleiro do Avaí até conseguiu outras duas intervenções maravilhosas no chute de média distância dado por Bruno Silva e na cabeçada de Roberto. Porém, no rebote, Patrick bateu de primeira furando o bloqueio catarinense e inaugurando a contagem na ressacada para o Internacional.

CHEGOU MESMO COM UM A MENOS

Já naturalmente sem muitas alternativas ofensivas, com um homem a menos a situação onde o Avaí ocupasse o plano ofensivo se tornou ainda mais rara.

Mesmo assim, a equipe Azzurra chegou a levar perigo ainda no primeiro tempo na bola parada quando Matheus Barbosa pegou o rebote batendo de primeira forçando Marcelo Lomba a trabalhar além de, em escanteio, Richard Franco desviar na primeira trave e Vinicius Araújo ver a bola passar muito perto de sua cabeça e ir pela linha de fundo.

QUEM TEM DEZ EM CAMPO MESMO?

A movimentação para ter uma postura mais aguda foi do Inter com a entrada no intervalo de D'Alessandro na vaga de Zeca. Porém, foi a equipe Azzurra que começou bastante ativa no plano ofensivo exigindo defesas importantes de Lomba na falta batida por Lourenço, na escorada de Matheus Barbosa e na testada de Richard Franco onde o camisa 12 do Inter foi, definitivamente, salvador.

EVITANDO O PIOR

Após os 15 minutos iniciais, o Colorado voltou a tomar as rédeas da partida e, mediante também a queda física dos catarinenses, iniciou um verdadeiro bombardeio contra a meta adversária onde Vladimir estava extremamente afiado. Foram pelo menos outras três intervenções decisivas nas chegadas do Inter, algo que consequentemente dava garantias aos anfitriões de seguirem vivos na busca pelo empate que, naquela altura, já parecia algo suficientemente heroico.

ILUMINADO E NÃO É VLADIMIR

Entrando na vaga de um insistente, porém com pouca pontaria Nico López, bastou apenas um toque na bola do jovem Sarrafiore para que o jogo um tanto quanto "enroscado" nos minutos finais do Colorado ficasse absolutamente definido. Após passe de Uendel onde o argentino ficou frente a frente com o goleiro do Avaí já adiantado, o camisa 29 bateu por cima e marcou um bonito gol que fechou a contagem em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 0 X 2 INTERNACIONAL

Local: Ressacada, Florianópolis (SC)

Data e hora: 16/10/2019 - 19h15 (horário de Brasília)

Público e renda: 6377 pessoas - R$ 213.147,00

?Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (CBF-SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (CBF-SP)

VAR: Raphael Claus (FIFA-SP)

Cartões amarelos: Richard Franco (AVA); Bruno Fuchs, Zeca, Roberto (INT)

Cartões vermelhos: Wesley (AVA)

Gols: Patrick (21'/1°T), Sarrafiore (39'/2°T)

AVAÍ: Vladimir; Lourenço, Betão, Ricardo e Paulinho; Wesley, Richard Franco e Mateus Barbosa (Mosquera, aos 25'/2°T); Caio Paulista (Luan Pereira, aos 11'/2°T), Vinícius Araújo e Igor Goularte (Matheus Lucas, no intervalo). Técnico: Evando Camillato.

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Roberto e Zeca (D'Alessandro, no intervalo); Bruno Silva, Patrick, Edenílson e Nico López (Sarrafiore, aos 38'/2°T); Guilherme Parede (Uendel, aos 32'/2°T) e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Colbachini.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol