Topo

Futebol


Ao L!, Jobson detona presidente do Atlético Carioca: 'Só fala besteira'

16/09/2019 08h15

Pela primeira vez, Jobson resolveu se pronunciar sobre o imbróglio com o Atlético Carioca, que disputa série C do Estadual. O atacante comentou sobre a atitude do presidente do clube do Rio de Janeiro, Maicon Vilela ao divulgar toda a negociação entre os dois. Depois disso, o LANCE! fez uma entrevista com o mandatário do time para esclarecer, e neste período, a reportagem tentou entrar em contato com o atleta, mas não teve sucesso. No entanto, após uma semana da matéria publicada, ele respondeu brevemente sobre o caso.

- Mano, minha resposta é que eu nunca ouvir falar em Atlético Carioca. Não me interesso em jogar no Atlético Carioca, não. Esse sujeito (presidente do Atlético Carioca), que está falando besteira aí é um brincalhão. Achando que eu ia jogar nessa barca dele - afirmou.

Para relembrar, o acordo teria sido feito diretamente entre Maicon Vilela, presidente do Atlético Carioca, e Jobson. O combinado era que o jogador receberia R$ 3 mil por partida. O mandatário chegou a pagar metade do valor ao jogador, que na ocasião, estava no Brasiliense. Os empresários do atleta não ficaram contentes em saber que Jobson jogaria a quarta divisão do Rio, desta forma, o contrato foi desfeito e o dinheiro não foi devolvido.

MATÉRIA

> Confira a entrevista na íntegra publicada semana passada <

?

Naquela ocasião, o presidente do Atlético Carioca, Maicon Vilela afirmou que vai entrar com processo contra o Jobson e a empresa RCF Sports - que agencia o jogador.

- Sim, terá processo! Contra o Jobson e contra a empresa RCF. O que fizeram não foi só prejuízo financeiro que chega a mais de 60 mil. Perdemos patrocinadores. Viramos chacota na internet. Eles só agenciam o Jobson quando ele está mídia, quando ele está fora nem ligam pra ele. Como a gente fez um barulho, gostam de aparecer. Não tenho nada para falar sobre essa empresa... Quem conhece a fundo, sabe - disse Maicon Vilela

A empresa RCF Sports enviou em nota oficial se também pronunciou sobre o tema e negou envolvimento no caso. Um dos sócios da empresa, Renan Costa afirmou que não houve contato da empresa com o clube do Rio de Janeiro, e negociação era feita entre Brasiliense e o próprio Jobson.

- Importante esclarecer que a RCF Sports não teve participação nenhuma nesta negociação. Ficamos sabendo somente quando a imprensa noticiou. Até então tudo havia sido feito entre o Atlético-RJ, Brasiliense e o jogador. No momento em que ficamos cientes, nos inteiramos do caso e passamos a orientação que julgávamos ser o melhor para a carreira do atleta. Em nenhum momento criticamos ou questionamos a índole do Atlético-RJ. Inclusive já tive uma conversa com o presidente Maicon Vilela, ao qual tenho grande respeito. Como advogado, entendo e respeito a posição do clube de querer buscar seus direitos - disse Renan Costa, sócio da RCF Sports.

Mais Futebol