Topo

Futebol


Palmeiras volta a vencer fora de casa e a sair de campo sem ser vazado

21/08/2019 08h00

A vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio foi ótima para o Palmeiras, que abriu vantagem no confronto de quartas de final da Copa Libertadores e agora pode até empatar, em casa, para se classificar para a semifinal da competição. No entanto, o jogo também marcou a quebra de dois tabus que o time vinha tendo dificuldade para se livrar: o de partidas sem vencer como visitante e o de duelos consecutivos levando gols fora de casa.

Ambos ajudam no processo de retomada dos elementos que fizeram do Verdão um time praticamente imbatível e intransponível no primeiro semestre. Para se ter uma ideia, mesmo com seis jogos sem vencer fora de casa, a equipe de Felipão continuou tendo o melhor aproveitamento como visitante entre os clubes de Série A na temporada, ou seja, um desempenho excelente, que era um dos diferenciais que mantinham o favoritismo palmeirense em tudo.

O último triunfo alviverde longe de seus domínios havia sido no dia 2 de junho, 2 a 1 contra a Chapecoense, antes da pausa para a Copa América. De lá para cá foram seis jogos, quatro empates (São Paulo, Godoy Cruz, Corinthians e Grêmio) e duas derrotas (Internacional e Ceará), retrospecto que custou a eliminação na Copa do Brasil e a perda da liderança do Brasileirão.

Antes da parada eram nove vitórias, seis empates e apenas uma derrota, para o San Lorenzo, na fase de grupos da Copa Libertadores. Ficar sem vencer não era algo comum nem dentro nem fora de casa, assim como era raro o time levar gol. Ao todo, no primeiro semestre, o Verdão levou apenas nove bolas na rede em 33 jogos, o que representa menos de um gol a cada três jogos. Números impressionantes que garantiam resultados e controle dos duelos.

Mas depois da folga no meio do ano e da pausa nas competições, esses dados mudaram bastante, assim como o desempenho dentro de campo. Tanto é que neste segundo semestre, a equipe do Alviverde já levou 11 gols em 11 confrontos, ou seja, mais do que em todo o primeiro semestre,

Fora de casa, por exemplo, antes de bater o Grêmio por 1 a 0, na última terça-feira, eram sete partidas consecutivas sendo vazado pelo menos com um tento. A última vez em que os palmeirenses saíram de campo sem tomar gol havia sido no dia 25 de maio, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro.

Essa falta de solidez defensiva somada à ineficiência ofensiva fizeram com que os resultados não viessem, trazendo consequências nas competições disputadas. Antes do triunfo sobre o Grêmio pela Libertadores, eram apenas duas vitórias em dez duelos oficiais no segundo semestre, contando partidas oficiais como mandante e como visitante.

Voltar a vencer fora de casa e sair de campo sem ser vazado, jogando longe de seus domínios, deve fazer com o psicológico do Palmeiras se fortaleça como no primeiro semestre. A confiança após derrotar um adversário forte como Grêmio, em sua arena, sem sofrer gols, é o caminho perfeito para o time retomar o favoritismo e a liderança do Brasileirão, além de conseguir a classificação para a semifinal da Copa Libertadores.

Veja os últimos dez jogos do Verdão fora de casa:

22/5/2019 - Sampaio Corrêa 0 x 1 Palmeiras - Copa do Brasil

25/5/2019 - Botafogo 0 x 1 Palmeiras - Brasileirão

2/6/2019 - Chapecoense 1 x 2 Palmeiras - Brasileirão

13/7/2019 - São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Brasileirão

17/7/2019 - Internacional 1 x 0 Palmeiras - Copa do Brasil

20/7/2019 - Ceará 2 x 0 Palmeiras - Brasileirão

23/7/2019 - Godoy Cruz 2 x 2 Palmeiras - Copa Libertadores

4/8/2019 - Corinthians 1 x 1 Palmeiras - Brasileirão

17/8/2019 - Grêmio 1 x 1 Palmeiras - Brasileirão

20/8/2019 - Grêmio 0 x 1 Palmeiras - Copa Libertadores

Mais Futebol