Topo

Futebol


Assume o favoritismo! Botafogo quer abrir vantagem na Sul-Americana

22/05/2019 07h00

O Botafogo vira a chave. Após uma derrota no último domingo para o Goiás, no Campeonato Brasileiro, o Alvinegro tem poucos dias para superar o resultado negativo e seguir em frente. Nesta quarta-feira, o clube de General Severiano vai até Assunção, no Paraguai, para enfrentar o Sol de América, no Estádio Luís Alfonso Giagni, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. A partida será transmitida pela DAZN e em tempo real pelo site do LANCE!.

Apesar do revés sofrido no fim de semana, o Alvinegro chega ao Paraguai com a confiança por um resultado positivo, o que pode ser fundamental para fechar o confronto e garantir a classificação. A partida da volta acontece na próxima quarta-feira, às 19h15, no Estádio Nilton Santos. Quem avançar na competição garante uma premiação de 375 mil dólares (1,5 milhão de reais, na cotação atual).

Em solos paraguaios, o Botafogo aposta na diferença técnica entre as equipes para sair de campo com a vitória. Apesar da boa campanha do Sol de América no Campeonato Paraguaio do ano passado, a equipe não conseguiu repetir o mesmo desempenho na atual temporada, chegando para o confronto contra a equipe de General Severiano passando por uma fase irregular.

Desta forma, o Botafogo busca sair do Paraguai com um resultado favorável pela classificação. Como a regra do gol qualificado fora de casa está ativa na Copa Sul-Americana, o Alvinegro pode conquistar vantagem balançando a rede em algumas ocasiões. Até aqui, o time comandado por Eduardo Barroca sentiu dificuldade em transformar a posse de bola em gols.

- Precisamos transformar a posse em chances de gol. Não conseguimos contra o Goiás. Estamos em um processo de evolução, não será da noite para o dia. Estamos melhorando a cada jogo. E vamos trabalhar, ouvir as orientações do Barroca - destacou Fernando, em coletiva realizada durante a semana.

A boa campanha na Copa Sul-Americana até aqui pode ser mais um fator para ajudar o Botafogo a conquistar a classificação. Ainda sob o comando de Zé Ricardo, na primeira fase, o Alvinegro eliminou o Defensa y Justicia, brigando pelo título argentino na época, com autoridade, vencendo as partidas por 1 a 0, no Rio de Janeiro, e 3 a 0, em solos hermanos.

Mais Futebol