PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Neymar concorda com punição de Tuchel por atraso de Mbappé

29/10/2018 15h45

Apesar de ter sido o destaque da vitória do PSG sobre o Olympique de Marselha, por 2 a 0, o atacante Kylian Mbappé não escapou de uma punição do técnico Thomas Tuchel. Ao lado do volante Rabiot, o jovem jogador chegou atrasado para a preleção da equipe e começou a partida no banco de reservas.

O brasileiro Neymar comentou o episódio quando foi perguntado após a partida. Para o craque, a punição de Tuchel foi correta e que já foi tudo resolvido.

- A decisão já foi tomada, isso é uma coisa do treinador e deles. Tem, sim, que respeitar os horários, e eles acabaram falhando nessa parte. Eles sabem, são grandes jogadores, importantes para a nossa equipe, e a gente acaba sofrendo por causa disso. Mas isso é uma coisa interna. Depois o Kylian entrou e acabou resolvendo o jogo para a gente - afirmou Neymar.

Tuchel também comentou sobre o ocorrido. Em entrevista a uma emissora francesa, o treinador afirmou que foi uma decisão difícil, mas que precisou ser tomada.

- Tive que pensar muito. É uma situação disciplinar, se um jogador chega atrasado para uma reunião e não é punido... Não gosto de jogar sem ele (Mbappé). Eu odeio isso. Então, estou triste porque tive de puni-lo. Não gosto do que foi feito, é um pouco difícil hoje. Para mim, pessoalmente, não é uma boa noite - disse.

Esporte