PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gols, vaias e seleção: Paquetá e Dudu, 'os caras' de Flamengo e Palmeiras

Flamengo e Palmeiras se reencontrarão neste sábado no Rio de Janeiro - Marcello Zambrana/AGIF
Flamengo e Palmeiras se reencontrarão neste sábado no Rio de Janeiro Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

26/10/2018 06h00

Gols, assistências, atuações decisivas...Os números de Lucas Paquetá e Dudu não deixam dúvidas: os meias estão entre os principais nomes do Brasileirão, o que, inclusive, despertou a atenção de Tite, técnico da seleção brasileira. Neste sábado, os dois estarão em lados opostos no Maracanã, em confronto direto pela 31ª rodada, que pode definir o rumo do título nacional.

A temporada para Dudu e Paquetá, no entanto, não foram de total tranquilidade.

O ano foi de afirmação para o camisa 11 do Flamengo. Paquetá já iniciou a temporada como titular, mas as atuações e a participação decisiva do meia o elevaram ao status de principal jogador do time ainda no primeiro semestre. Apesar de ter atuado boa parte dos jogos como segundo volante, longe da área rival, o camisa 11 é o artilheiro rubro-negro em 2018.

A verdade é que, do meio para frente, Paquetá ocupou quase todas posições. A versatilidade é outra marca do jogador, que acabou convocado para amistosos da Seleção Brasileira e, por 35 milhões de euros, negociado com o Milan. A partir de janeiro, o jovem de 21 anos defenderá o clube italiano.

Apesar de tudo isso, o camisa 11 não escapou das cobranças da Nação, sendo vaiado no Maracanã diante do Ceará, por 1 a 0. Depois do momento ruim após a Mundial, o Flamengo - e Lucas Paquetá - se reencontraram sob o comando de Dorival Júnior. Desde os 8 anos na Gávea, o jovem meia tem a oportunidade de se despedir do clube que o revelou com o hepta. Além disso, sendo decisivo.

Dudu reencontrou a melhor fase e se firmou de vez como o líder técnico do Palmeiras com a chegada de Felipão. Seus números na temporada mostram sua importância: em 58 partidas, foram 15 assistências e 11 gols. Na média, ele participa de um gol do time a cada 2,23 partidas.

Dudu é quem mais dá assistências no Campeonato Brasileiro, com dez passes para gol na competição, e também lidera o quesito no Verdão na temporada. No clube, carrega um currículo de respeito desde que chegou, em 2015. São 220 jogos, 52 gols e 52 assistências, o que representa uma participação de gol dele a cada 2,11 partidas. Está ainda a dois gols de se igualar a Vagner Love como maior artilheiro da equipe no século XXI.

Protagonista do clube que vem se destacando nos últimos anos (campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileiro de 2016, vice-campeão dos Paulistas de 2015 e 2018 e do Brasileiro de 2017, atual líder do Brasileiro e semifinalista da Copa do Brasil e da Libertadores deste ano), Dudu entrou na mira de Tite. Tanto que esteve presente na lista dos 35 da Seleção Brasileira na Copa do Mundo.

Com essa condição, o camisa 7 é a aposta de Felipão para enfrentar o Flamengo no Maracanã. O atacante tem grande importância mesmo quando não balança as redes nem dá assistência, como ao segurar a bola no ataque no segundo tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, no último domingo, com o Verdão atuando com um a menos. Após a atuação apagada na derrota por 2 a 0 para o Boca Juniors, na quarta-feira, na Bombonera, pela Libertadores, Dudu tem a chance de mostrar de novo por que é o cara do Palmeiras.

NÚMEROS FOOTSTATS

LUCAS PAQUETÁ NO BRASILEIRÃO

  • 26 Jogos
  • 10 Gols
  • 8 Assistências de gol
  • 56 Assistências de finalização
  • 42 Finalizações certas
  • 34 Finalizações erradas
  • 88,97% De aproveitamento nos passes
  • 63 Desarmes
  • 153 Perdas de posse

DUDU NO BRASILEIRÃO

  • 24 Jogos
  • 4 Gols
  • 4 Assistências de gol
  • 36 Assistências de finalização
  • 22 Finalizações certas
  • 25 Finalizações erradas
  • 85,08% De aproveitamento dos passes
  • 13 Desarmes
  • 110 Perdas de posse

Esporte