PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Apadrinhada por Gabriel Jesus, Cruz Vermelha bate recorde na Campanha do Agasalho

20/09/2018 18h14

A 10ª edição da Campanha do Agasalho promovida pela Cruz Vermelha Brasileira - Filial de São Paulo - chegou ao fim com recorde de arrecadação pelo segundo ano consecutivo. Ao todo, foram 44 toneladas de roupas recebidas, número três vezes maior do que a meta de 13 toneladas estabelecida no início da campanha. O montante de roupas beneficiou 41.446 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social e teve como principal apoiador o atacante do Manchester City, Gabriel Jesus.

Intitulada 'Aqueça São Paulo' a ação beneficiou crianças, adultos e idosos de comunidades como Bororé, Capão Redondo, Itapecerica da Serra, Jardim Peri, Paraisópolis e Tucuruvi.

- A Campanha do Agasalho deste ano superou e muito nossas expectativas, pois conseguimos bater o volume de arrecadação dos anos anteriores o que nos possibilitou doar com mais qualidade e com quantidade. Todas as partes envolvidas na ação funcionaram muito bem: a população mostrou enorme solidariedade, nossos voluntários contribuíram com tempo e dedicação, além do apoio de grandes empresas e do nosso padrinho, o jogador Gabriel Jesus - afirmou a Gerente de Projetos Sociais e Voluntariado, Aline Rosa.

A ação deste ano contou com o importante apoio do atacante Gabriel Jesus, que cresceu na comunidade Jardim Peri, que fica na Zona Norte da cidade e recebe o apoio da Cruz Vermelha. O jogador do Manchester City apadrinhou a campanha, cedendo sua imagem para peças de divulgação e influenciando seus seguidores nas redes sociais a aderirem a corrente de solidariedade.

- Desde o início, quando foi me apresentada a ideia, quis participar. Hoje, vendo que conseguimos, juntos, ajudar mais gente do que nas edições anteriores, fico realmente muito feliz e honrado. Espero que as pessoas doem cada vez mais e que esse recorde seja batido na próxima vez - disse Jesus.

Um dos diferenciais da campanha realizada pela Cruz Vermelha de São Paulo é a doação sob medida, em que cada pessoa recebe peças de vestuário no seu tamanho exato. Para que o trabalho seja realizado desta forma, os voluntários da instituição realizam o cadastramento dos futuros beneficiados, coletando informações como nome, idade, gênero e tamanho de roupa de cada membro da família.

Esporte