Em 2023, Santos teve a maior porcentagem de derrotas dos últimos 17 anos

A temporada do Santos foi desastrosa. O Peixe foi eliminado precocemente de todas as competições que disputou e terminou rebaixado para a Série B pela primeira vez em sua história. Os desempenhos ruins resultaram também na maior porcentagem de derrotas desde 1996. A equipe perdeu 39% das 62 partidas que disputou.

A alta quantidade de jogos perdidos perseguiu o Alvinegro Praiano desde o Campeonato Paulista, primeira competição da temporada. O Santos foi eliminado logo na fase de grupos, em que perdeu quatro das 12 partidas disputadas. A porcentagem de derrotas, portanto, foi de 33%.

Na disputa da Copa Sul-Americana, a equipe também terminou com saldo negativo. Eliminado na fase de grupos, o Santos perdeu metade dos seis jogos que disputou, com apenas uma vitória.

A Copa do Brasil foi a única competição em que o Peixe venceu mais do que perdeu. A equipe disputou o torneio a partir da primeira fase e chegou até as oitavas de final. Apesar de não ter conseguido avançar, o Alvinegro Praiano não foi derrotado no tempo regulamentar.

No Campeonato Brasileiro, a porcentagem de derrotas decolou. Depois de terminar algumas rodadas na primeira metade da tabela, o Santos despencou e não conseguiu sequer se aproximar das primeiras colocações, ao contrário, brigou contra o rebaixamento durante todo o ano. No final, caiu após perder 17 jogos, aproximadamente 45% do total.

Em 1996, a última vez que o clube teve uma porcentagem de derrotas parecida, os resultados finais nas competições foram melhores. Mesmo perdendo 39% dos jogos, o Peixe chegou à semifinal da Libertadores e venceu mais do que foi superado. Em 2023, por outro lado, foram 19 vitórias e 24 derrotas.

Na próxima temporada, o Santos terá apenas duas competições no calendário. No início do ano, disputará o Campeonato Paulista. Na sequência, terá apenas a Série B, já que não se classificou para a Copa do Brasil ou alguma competição continental.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes