Possível adversário do Fluminense no Mundial de Clubes, Fabinho explica ida para a Arábia Saudita

O volante Fabinho, ex-Fluminense e Liverpool, foi um dos grandes nomes do futebol a ir para a Arábia Saudita na janela de transferência do meio do ano.

O jogador explicou a sua decisão de deixar a Europa e um dos principais times do mundo para se juntar ao Al-Ittihad, e mencionou a importância do Mundial de Clubes na escolha.

"O Liverpool foi uma equipe que joguei cinco anos. É um clube fantástico, com uma estrutura fantástica, então não é fácil deixar um time assim, mas foi uma oportunidade que eu quis abraçar, quis vir para cá. O Ittihad esse ano vai disputar várias competições, entre elas o Mundial de Clubes, então foi algo que me ajudou a vir para cá também", disse o jogador de 30 anos em entrevista para o Al-Ittihad.

Revelado pelo Fluminense, Fabinho foi ainda novo para a Europa e se destacou no Mônaco, da França.

As boas atuações chamaram a atenção do Liverpool, que contratou e contou com o volante entre 2018 e 2023.

Titular do time inglês e constantemente convocado pela Seleção Brasileira, o jogador reforçou o Al-Ittihad, em julho, por 40 milhões de libras (aproximadamente R$247 milhões na cotação atual).

Continua após a publicidade

Agora, o jogador poderá reencontrar seu time de formação no Mundial de Clubes.

Nesta terça-feira, o Al-Ittihad enfrenta o Auckland City (AUS), pela primeira fase da competição.

Se vencer, o time Saudita enfrenta o Al-Ahly, nas quartas de final.

Em caso de nova vitória, a equipe de Fabinho, Benzema e companhia terá pela frente o Fluminense na semifinal.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes