Calleri, Galoppo e Igor Vinícius participam normalmente do último treino da temporada

O último treino do São Paulo em 2023 contou com a presença de três jogadores que há tempo se recuperam de lesões. Calleri, Galoppo e Igor Vinícius participaram normalmente da atividade com o restante do grupo, provando que estão plenamente recuperados de seus respectivos problemas físicos.

O trio não será relacionado para a partida desta quarta-feira devido ao longo período que ficou afastado dos gramados, mas começará a pré-temporada de 2024 sem restrições.

Calleri

Jonathan Calleri atuou durante boa parte da temporada no sacrifício. Desde fevereiro o atacante argentino vinha lidando com uma lesão no tornozelo direito. Na época ele optou por um tratamento conservador, que até amenizou o incômodo, mas não resolveu o problema.

Após o título da Copa do Brasil, no fim de setembro, Calleri tornou pública a necessidade de uma cirurgia e ainda atuou em mais algumas partidas antes de ser liberado para passar pelo procedimento em seu tornozelo direito. O planejamento sempre foi tê-lo 100% novamente para a Supercopa do Brasil, o que deverá acontecer.

Galoppo

Giuliano Galoppo, por sua vez, teve uma lesão muito pior. Ainda no início do ano, mais precisamente nas quartas de final do Campeonato Paulista, contra o Água Santa, no Allianz Parque, o meia argentino rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e teve de ser submetido a uma cirurgia.

A lesão foi bastante sentida por Galoppo, que vinha vivendo um ótimo momento com a camisa do São Paulo depois de um início difícil no clube, permanecendo, inclusive, como artilheiro da equipe por um bom tempo até ser desbancado por Calleri e Luciano.

Para 2024 a expectativa é de que Galoppo, mais adaptado ao futebol brasileiro e ao São Paulo, consiga retomar o futebol mostrado no primeiro trimestre deste ano e convença o técnico Dorival Júnior que pode ser uma de suas primeiras opções.

Continua após a publicidade

Igor Vinícius

Igor Vinícius é outro nome do qual a torcida são-paulina sentiu bastante falta nesta temporada. O lateral-direito disputou apenas dois jogos em 2023 por causa de uma lesão no púbis e teve de passar por duas cirurgias, já que o primeiro procedimento não foi suficiente para resolver seu problema na região.

A segunda cirurgia, chamada de tenotomia, foi realizada no fim de setembro e teve o objetivo de reequilibrar o músculo da coxa com a musculatura abdominal. A última partida disputada por Igor Vinícius aconteceu em janeiro.

O retorno de Igor Vinícius é aguardando ansiosamente pela torcida, que não se satisfez com o desempenho de Nathan e Raí Ramos, as outras duas opções para a vaga de Rafinha, titular absoluto na lateral direita.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes