Novo presidente do Corinthians bate o pé e descarta venda de Moscardo

Augusto Melo, novo presidente do Corinthians, bateu o pé em relação à possível venda do volante Gabriel Moscardo na próxima janela de transferências. O mandatário deixou claro que o clube precisa voltar a ser um bom vendedor e que não pretende negociar o garoto pelos valores que vêm sendo especulados, na casa dos 20 milhões de euros (cerca de R$ 107 milhões).

"Não vendo. Até na transição, o Duilio comentou, se ele receber proposta... Jogador nosso, feito em casa, será nossa terceira receita no mínimo. É um garoto de 18 anos, está em uma transição, tirando peso agora, apesar de toda sua categoria. Ainda vai maturar, para que a gente possa vender três, quatro vezes o que ele vale. Precisamos voltar a vender bem no mercado", disse Augusto em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O empresário aproveitou para estipular um valor que ele considera aceitável pelo garoto. Bastante valorizada no mercado, a revelação corintiana já recebeu uma proposta de 25 milhões de euros do Chelsea, no meio do ano. No entanto, a oferta foi recusada pelo Alvinegro.

"Deixei claro, brinquei com ele, falei para ele que não vou vender. Dentro do que estão oferecendo jamais venderia. Ele é para mais de 40 milhões de euros, no mínimo", complementou Augusto.

A reportagem da Gazeta Esportiva apurou que não chegou nenhuma proposta ao Corinthians por Moscardo nas últimas semanas. Porém, é sabido que o garoto é muito monitorado e recebe sondagens constantes. Clubes como Chelsea, Barcelona e Paris Saint-Germain observam a situação do atleta com carinho.

O próprio volante admitiu no começo de outubro que espera "coisas boas" após a disputa do Campeonato Brasileiro.

Com a camisa do Corinthians, Gabriel Moscardo possui 25 jogos (21 como titular), um gol, uma assistência e nove cartões amarelos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes