Santos vai melhor campanha fora de casa do que na Vila no 2º turno do Brasileiro

O Santos desperdiçou uma grande chance de ganhar tranquilidade na briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. A derrota dessa quarta-feira, por 3 a 0, para o Fluminense, esclarece uma deficiência que tem prejudicado o Peixe no segundo turno do Nacional.

Na metade final do Brasileirão, o Alvinegro Praiano acumula um aproveitamento melhor como visitante do que dentro dos seus domínios. O revés para o Tricolor Carioca foi o terceiro da equipe treinada por Marcelo Fernandes em oito jogos no Urbano Caldeira no período.

Dessa forma, com outras três vitórias e dois empates, o time do litoral paulista venceu 45,8% dos pontos que disputou como mandante no segundo turno. A equipe enfrentou Grêmio (2 a 1), Cruzeiro (0 a 3), Vasco (4 a 1), Red Bull Bragantino (1 a 3), Coritiba (2 a 1), Cuiabá (0 a 0), São Paulo (0 a 0) e Fluminense (0 a 3).

Por sua vez, o Santos realizou nove partidas longe da Vila nesse período. Ao todo, foram quatro triunfos, duas igualdades e três derrotas, o que representa um aproveitamento de 51,9%. Os adversários foram: Atlético-MG (2 a 0), América-MG (2 a 0), Bahia (1 a 2), Palmeiras (1 a 2), Internacional (7 a 1), Corinthians (1 a 1), Flamengo (1 a 2), Goiás (0 a 1) e Botafogo (1 a 1).

Para se recuperar na competição e se distanciar do Z4, portanto, o Peixe fará seu último compromisso como visitante. Pela 37ª rodada, o Alvinegro Praiano encara o Athletico-PR, às 18h30 (de Brasília) de domingo (3), na Ligga Arena, em Curitiba (PR).

No momento, o Santos ocupa a 15ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 43 pontos. A distância para a zona de rebaixamento é de apenas duas unidades.

Quer saber tudo o que rola com o Santos sem precisar se mexer? Conheça e siga o novo canal do UOL dedicado ao time no WhatsApp.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora