PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cássio pega quarto pênalti na temporada e garante feito de "Santos de Pelé" ao Corinthians

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

06/07/2022 06h00

Cássio foi, mais uma vez, o grande nome do Corinthians na classificação suada para as quartas de final da Libertadores, diante de um bem-organizado Boca Juniors, mas não tão fatal, na Bombonera, na noite da última terça-feira. Com isso, o camisa 12 alvinegro garantiu duas marcas importantes.

A primeira delas foi pessoal: Cássio chegou à 24ª defesa de pênalti com a camisa do Corinthians, empatando com o lendário Ronaldo Giovanelli no primeiro lugar do ranking de defesas. Ele pegou duas cobranças na decisão contra os xeneizes, nas batidas de Villa e Ramírez, esta já nas alternadas.

Nesta temporada, são quatro penalidades defendidas pelo camisa 12, três delas na competição continental (as duas contra o Boca e mais uma contra o Deportivo Cali, na fase de grupos - havia sido sua primeira defesa na Libertadores em dez anos de clube).

Cássio ainda pegou uma batida decisiva contra o Guarani, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, que garantiu a vaga para a semifinal, quando o Timão enfrentaria o São Paulo.

Em segundo lugar, mas não menos importante, com as intervenções de Cássio e a consequente classificação, o Timão tornou-se apenas o segundo clube brasileiro a conseguir eliminar o Boca Juniors em plena Bombonera na Libertadores. O primeiro time a alcançar o feito foi o Santos, de Pelé, em 1963.

"Feliz por ter ajudado, por estar vestindo essa camisa. Esses momentos, não só de classificação, mas de participar da Libertadores, contra uma grande equipe... Não me recordo, mas acho que o único brasileiro a ter feito isso foi na época do Pelé, de uma equipe que tenha conseguido uma classificação aqui. Isso é histórico", disse o Gigante na coletiva de imprensa pós-classificação.

Agora, os alvinegros esperam o vencedor de Flamengo e Tolima, em jogo que acontece nesta quarta, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. O Rubro-Negro venceu por 1 a 0 na Colômbia. Nas quartas, as disputas acontecerão de 2 a 4 de agosto (ida) e 9 a 11 de agosto (volta).

Futebol