PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Irregular no Brasileiro, Atlético-GO gira a chave para enfrentar o Olimpia pela Sul-Americana

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

29/06/2022 20h00

O Atlético-GO não faz campanha convincente na Série A do Campeonato Brasileiro até aqui. A equipe, 13ª colocada na competição nacional, terá de virar a chave para desempenhar bem contra o Olimpia, pela partida de ida das oitavas de final da Sul-Americana. A bola rola às 21h30 (de Brasília) desta quinta-feira, no Paraguai.

O Dragão chega para o confronto após ter terminado a fase de grupos da competição na primeira posição do grupo F, deixando para trás adversários tradicionais como a LDU, do Equador, e o Defensa y Justicia, da Argentina. Foram 13 pontos somados nas seis rodadas da etapa.

Enquanto isso, o Olimpia se classificou ao mata-mata da Sul-Americana depois de terminar a fase de grupos da Libertadores no terceiro posto da chave G, que terminou com Colón e Cerro Porteño como líder e vice-líder.

Para a partida, o Atlético-GO terá desfalque certo. O zagueiro Edson levou a quantidade limite de cartões amarelos e cumprirá suspensão. Pelo mesmo motivo, o volante Gabriel Baralhas foi ausência no último jogo, de empate em 1 a 1 com o Ceará, e está de volta.

Após o confronto com o Vozão, o treinador Jorginho falou sobre a sequência da equipe e projetou trazer um bom resultado para a partida de volta das oitavas de final da Sul-Americana. O segundo jogo do confronto será disputado em Goiânia, no dia 7 de julho.

"A gente está em um momento consistente. Fizemos um jogo criativo e ofensivo, muito organizado e competitivo. Esse nível de competição é assim, precisa realmente entrar com muito coração e muita entrega. Estamos em um bom momento e esperamos fazer um grande jogo lá (Paraguai) para que a gente possa decidir em casa", contou.

Futebol