PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com três finais no Mundial, Rebeca Andrade vibra: "Era nosso sonho"

Rebeca Andrade alcançou três finais no Mundial de Ginástica - Reprodução/Instagram
Rebeca Andrade alcançou três finais no Mundial de Ginástica Imagem: Reprodução/Instagram

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

19/10/2021 12h51

Destaque no Mundial de ginástica de Kitakyushu, no Japão, Rebeca avançou para as finais das três modalidades em que estava competindo e buscará sua primeira medalha na competição. A brasileira vibrou com o resultado positivo até aqui no torneio e revelou ser "um sonho" chegar a três decisões.

"Eu até comentei com o Chico (o treinador Francisco Porath) que o meu sonho era tirar 15. Era o nosso sonho. Estou muito feliz, porque treinei muito e consegui fazer tudo que me preparei. Estou muito animada para as finais", comentou.

Campeã olímpica no salto sobre mesa em Tóquio 2020, a atleta de 22 anos avançou às finais do salto (14,800 de média) e das barras assimétricas (15,100) na liderança. Com 100% de aproveitamento, Rebeca ainda alcançou a última decisão na trave, com 13,400 pontos.

A carioca disse que evoluiu bastante no salto desde a sua chegada ao país asiático, muito por conta da adaptação que teve com o ginásio nos últimos dias. Mesmo tendo se desequilibrado três vezes durante sua performance na trave, Rebeca mostrou estar feliz.

"Consegui me adaptar, sentir o meu corpo. Saltei bem tranquila, com consciência. Na final, preciso estar tão concentrada como estive hoje. Você se desequilibra um pouco aqui e ali. Sou humana. Mas, no geral, estou bem feliz", afirmou.

Na quinta-feira, caso consiga ao menos duas medalhas, Rebeca já terá alcançado um feito inédito. Nunca uma ginasta do Brasil subiu duas vezes ao pódio numa mesma edição de Mundial.

"Se vier, vai ser incrível. Vou ficar muito feliz de colocar o meu nome na história mais uma vez", finalizou.

Rebeca Andrade buscará sua primeira medalha em um Mundial no próximo sábado, às 4h45 (horário de Brasília), no salto, prova em que é atual campeã olímpica. No domingo, tentará garantir um lugar no pódio na trave. Antes disso, já nesta terça-feira, às 21h20 (horário de Brasília), Arthur Nory e Caio Souza disputam as classificatórias masculinas em busca de vagas nas finais.

Esporte