PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Leila organiza evento com conselheiros e explica trâmites da eleição do Palmeiras

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

27/09/2021 20h15

Única candidata à eleição do Palmeiras, Leila Pereira organizou na noite desta segunda-feira um encontro com conselheiros do Palmeiras, que serão importantes para a aprovação de sua chapa. A presidente da Crefisa gravou um breve vídeo em seu Instagram, comentando sobre detalhes importantes do rito que definirá o substituto de Maurício Galiotte.

Leila fez questão de destacar que sua chapa ainda não está eleita. Por mais que não tenha concorrentes, ainda precisa ser aprovada pelo Conselho Deliberativo do Alviverde, além de receber uma votação superior a 50% dos sócios que comparecerem à assembleia, marcada para o dia 20 de novembro.

"Hoje, estou aqui em um evento com todos os companheiros do nosso Conselho Deliberativo. No dia 4 de outubro, nossa chapa precisa ter 15% do número de conselheiros do Palmeiras, que dá em torno de 42 votos. Então, para ratificar a nossa candidatura à eleição, nós precisamos ter 42 votos no filtro do Conselho Deliberativo", disse Leila.

"Como não houve chapa de oposição, as pessoas acham que a chapa da Leila já está eleita. Não está. Ainda precisamos cumprir trâmites para que, no dia 20 de novembro, haja a eleição do Palmeiras. Nós só seremos eleitos depois do dia 20 de novembro, se nós tivermos 50% mais um dos votos das pessoas que comparecerem nesse dia no clube social", completou.

Vale lembrar que, na primeira vez que foi eleito, em 2016, Galiotte também concorreu com uma chapa única, sem adversários. Na ocasião, atual presidente do Palmeiras obteve 1.639 dos 1.733 votos totais, enquanto apenas 94 sócios votaram nulo, e foi nomeado como substituto de Paulo Nobre.

Futebol