PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians é o quinto clube que mais erra passes no Brasileirão

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

30/07/2021 08h00

Contratado no final de maio, Sylvinho já soma 15 partidas no comando do Corinthians. O desempenho até o momento, no entanto, não é muito animador, com apenas 40% de aproveitamento. E um fator que pode explicar a falta de resultados é o alto número de passes errados.

Passadas 13 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Timão soma 5518 passes, dos quis 514 foram incompletos, segundo dados do Footstats. Ou seja, o time tem uma média de 39,54 equívocos por compromisso.

Com isso, o Alvinegro é o quinto pior clube do torneio no quesito, apenas atrás de São Paulo, Inter, Fluminense e Chapecoense. A efeito de comparação, o Tricolor Paulista, que lidera o ranking, já errou 562 passes no Nacional (média de 43,23 por jogo).

Com o alto número de passes errados, o Corinthians acaba encontrando dificuldades para construir suas jogadas e agredir os rivais. A falta de criatividade, inclusive, é um dos pontos mais contestados do trabalho do Sylvinho até aqui.

Para tentar concertar esse problema, a diretoria alvinegra foi para o mercado. Até o momento, foram contratados os meias Giuliano e Renato Augusto, que tem como principais características justamente a qualidade no passe e a armação de jogadas ofensivas. A dupla, no entanto, ainda está aprimorando a forma física antes de entrar em campo.

Dentre os atuais atletas do elenco do Corinthians, Fagner é o que mais erra, com 62 passes incompletos. O lateral, aliás, é o sétimo jogador do Nacional com mais erros. Matheus Ribeiro, da Chapecoense, lidera o quesito, com 93.

Logo após o defensor aparece o Gabriel. O volante errou 55 dos 475 passes que tentou em 11 partidas, resultando em uma média de cinco equívocos por jogo. Fábio Santos é o terceiro, com 51, seguido de perto por Cantillo, com 42.

Agora, o Corinthians espera melhorar no quesito para conseguir sair da Neo Química Arena neste domingo com um resultado positivo contra o Flamengo. A bola rola a partir das 16 horas (de Brasília).

Futebol