PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cuca acha que sangue de Sóbis pode ter influenciado expulsão de Lucas Veríssimo em Santos x Ceará

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

28/10/2020 19h11

O técnico Cuca acredita que o sangue de Rafael Sóbis pode ter influenciado na decisão do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães de expulsar Lucas Veríssimo durante o empate do Santos em 0 a 0 com o Ceará na tarde desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Veríssimo acertou a cabeça de Sóbis com a chuteira ao tentar interceptar um contra-ataque do Ceará. O atacante precisou de uma touca para estancar o sangue. O lance, na visão de Cuca, não foi intencional.

"Impacto é muito grande porque se perde jogador. É lance interpretativo pelo que me falaram, não vi ainda. Foi casual, não teve intenção. O que faz o ser humano entender assim é que bate na cabeça e sai sangue, é uma região sensível do corpo. Sangue escorre e parece um ato fortíssimo. Ser humano é movido pela emoção. Não descarto essa hipótese. Comentarista de arbitragem disse que poderia ser cartão amarelo também", disse Cuca, em entrevista coletiva.

Sem Lucas Veríssimo, o Santos mais se defendeu que atacou no segundo tempo e leva a decisão para Fortaleza. O Peixe enfrentará o Ceará na próxima quarta-feira, no Castelão.

Novo empate levaria a decisão para os pênaltis. Não há gol fora qualificado na competição. Quem vencer avança.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol