PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians sofre com cruzamentos e sequência recente aponta problema pela direita

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

20/10/2020 06h00

O Corinthians tem a terceira pior defesa do Campeonato Brasileiro com 25 gols sofridos. Deste montante, 11 surgiram de bolas cruzadas à área alvinegra, ou seja, 44%. E sete deles partiram do lado direito da defesa, onde Fagner é dono da posição.

O problema por aquele setor ficou mais evidente nos últimos quatro jogos. Neste período, só o Athletico-PR não soube aproveitar a deficiência corintiana. Santos, Ceará e Flamengo chegaram às redes de Cássio por aquele caminho.

Com Michel de reserva imediato, Fagner não corre muito risco de perder a titularidade. O experiente lateral comentou na última semana, em entrevista coletiva, que não entende estar vivendo má fase individual.

"Faço reflexão independente se sai gol ou não, varia muito do sistema, em alguns casos eu estava muito espetado, demorava para recompor. Quando toma gol o erro é coletivo, temos de ter tranquilidade para continuar trabalhando, tenho observado meus jogos, aquilo que posso melhorar, não só atacando, mas defendendo também. Isso é um processo de aprendizado, independente da experiência. Tenho buscado a evolução".

Depois da derrota para o Flamengo, Vagner Mancini falou bastante dos ajustes necessários a se fazer na equipe, principalmente sem a bola. "Eu, sinceramente, vi um Corinthians que poderia ajustar mais, marcar de perto, ser mais competitivo".

Na mesma entrevista, o treinador também lembrou a importância do senso coletivo, das linhas próximas e da ajuda de todos para que os espaços sejam ocupados na defesa.

Contra o Vasco, na próxima quarta-feira, a defesa do Corinthians contará com o retorno de Bruno Méndez, que cumpriu suspensão contra o Flamengo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol