Conteúdo publicado há 4 meses

Fibe: Robinho solto no Brasil é ameaça a todas as mulheres

O ex-jogador Robinho é uma ameaça a todas as mulheres enquanto ainda estiver solto no Brasil e não cumprindo sua pena por estupro que ocorreu na Itália, disse a colunista Cris Fibe no UOL News da manhã desta quarta-feira (6).

Robinho pode ser alvo de uma ordem de prisão expedida a partir do próximo dia 20, data agendada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) para decidir se a sentença italiana contra o atleta será homologada. Ele foi condenado em 2017 por estupro pela Justiça da Itália.

É um pouco constrangedor que a gente esteja exportando jogadores estupradores para fora do Brasil. Já temos dois célebres jogadores brasileiros condenados por estupro. No caso do Robinho, estupro coletivo de vulnerável, porque a vítima estava alcoolizada e sem condições de consentir, um crime hediondo, gravíssimo e uma vergonha para o nosso país que esse jogador volte para cá, fique foragido da Justiça participando de churrascos no Santos.

É uma vergonha para a gente [...] A reação dos jogadores é vergonhosa, dos técnicos é vergonhosa e o silêncio da CBF é constrangedor. Se tem dois jogadores tão célebres condenados por estupro lá fora, imagina o que os jogadores aqui dentro diante do exemplo que estão recebendo não fazem.

O presente que quero para o mês da mulher é que o Robinho seja condenado no Brasil, para que a pena possa valer aqui e que ele seja preso, sim. Ele está condenado em última instância na Itália por um crime que aconteceu em 2013. Ele está desde 2013 impune.

A gente devia pedir medida protetiva, afinal tem um estuprador condenado solto. Ele é uma ameaça a todas as mulheres.

Josias: Não determinar prisão de Robinho aqui seria desmoralização

O colunista Josias de Souza criticou a hipótese de Robinho não cumprir a pena no Brasil.

Continua após a publicidade

Só a desmoralização do Brasil salvaria Robinho dessa pena de prisão. Seria preciso que o Brasil se desmoralizasse para que Robinho não fosse preso. Ao julgar o caso, o STJ decide, na prática, que país o Brasil quer ser. Estamos tratando de uma decisão tomada pelo governo da Itália que pediu ao Brasil que determinasse o cumprimento de uma pena que transitou em julgado na Itália.

O STJ só tem duas alternativas: manda prender ou manda prender. Não há outra. A hipótese de Robinho ficar em liberdade desmoralizaria o Brasil. O tribunal está demorando demais [...] Não há outra hipótese a não ser de determinar o cumprimento da pena do Robinho no cárcere aqui no Brasil. O contrário disso seria a desmoralização. O país ficaria desmoralizado perante si mesmo e perante a comunidade internacional, sobretudo após o julgamento de Daniel Alves. Não determinar a prisão de Robinho aqui seria uma desmoralização.

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

Continua após a publicidade

Deixe seu comentário

Só para assinantes