Torcedores do Santos invadem a Vila Belmiro à procura do presidente Rueda

Torcedores do Santos invadiram a Vila Belmiro na manhã de hoje (7).

O que aconteceu

Os torcedores tentaram encontrar o presidente Andrés Rueda no local. O mandatário santista não estava no local.

Funcionários foram retirados da sala pelos torcedores. O grupo de cerca de 20 pessoas tentou acessar o arquivo das câmeras de monitoramento, mas não conseguiram.

A polícia foi acionada e conteve a situação. Há preocupação também no CT Rei Pelé. Por isso, o Santos liberou os profissionais que podem fazer suas funções em home office.

Caos na Vila depois da partida

Torcedores do Santos causaram tumultos nos arredores da Vila Belmiro, logo após a derrota para o Fortaleza, pela última rodada do Brasileirão.

Parte da torcida santista incendiou veículos nas proximidades do estádio, enquanto membros da organizada do Peixe entraram em conflito com a polícia.

De acordo com a SSP, seis ônibus e quatro automóveis foram incendiados. Um dos carros queimados era da família do atacante Mendoza.

O guichê da bilheteria do estádio foi depredado pelos torcedores, como mostraram imagens registradas pelo UOL.

Continua após a publicidade
Carro foi incendiado ao lado da Vila Belmiro após rebaixamento do Santos
Carro foi incendiado ao lado da Vila Belmiro após rebaixamento do Santos Imagem: Lucas Musetti/UOL

Queda no Brasileirão

O Santos foi rebaixado pela primeira vez em seus 111 anos de história, na noite de ontem (6), depois de perder por 2 a 1 para o Fortaleza, na Vila Belmiro.

O Peixe terminou com 43 pontos, na 17ª colocação, se juntando a Goiás, Coritiba e América-MG na Série B de 2024.

Antes mesmo do apito final, os alvinegros santistas se revoltaram e arremessaram partes de cadeiras, chinelos e rojões no gramado da Vila. A revolta tomou conta quando Lucero marcou o segundo gol do Fortaleza, nos acréscimos da segunda etapa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes