Leila elogia Barros e despista sobre 'fico' de Abel: 'Não conversou comigo'

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, exaltou o diretor de futebol Anderson Barros, exaltou o elenco da equipe e despistou sobre o futuro do técnico Abel Ferreira após o título alviverde com empate diante do Cruzeiro. Ela falou ao sportv.

Insisti que deveria investir nos nossos atletas ao invés de contratar, como grande parte dos jornalistas e torcedores falavam. Aguentei bem a pressão porque tinha certeza: sei o que é melhor para o Palmeiras, e os profissionais que trabalham comigo também. Nós sempre estivemos certos. Tenho que dar um parabéns mais que especial ao nosso diretor Anderson Barros, que é uma pessoa extremamente equilibrada, competente e um grande parceiro. É um cara experiente que, nas horas mais difíceis, sempre esteve ao meu lado Leila, após Cruzeiro 1x1 Palmeiras

Assine o UOL Play e assista nosso documentário O Palmeiras da Virada e celebre às grandes vitórias do Verdão.

O que mais Leila falou

Abel fica? "Todo mundo me faz essa pergunta. O Abel tem contrato conosco até dezembro de 2024. Estávamos muito focados na conquista deste título, era muito importante. Agora, vou comemorar, hoje é dia de celebrar esse título maravilhoso. Vamos por partes. Eu não conversei com o nosso treinador sobre esse assunto e ele não conversou comigo. Ele continua trabalhando da mesma forma. Começou essa polêmica [sobre saída] na imprensa há pouco tempo, estávamos focados no campeonato. O torcedor pode ter certeza: meu desejo é para que o Abel fique, e vou fazer o possível e impossível por isso. Sou uma mulher objetiva e gosto das coisas rápido."

Continuidade do trabalho. "Tivemos anos extremamente vitoriosos. O que fiz quando fui eleita? Dei continuidade ao trabalho vencedor do Maurício Galiotte. Nenhuma vaidade. Fui eleita presidente para colaborar com o clube, não tenho problema nenhum. Tenho orgulho ao dar continuidade. Falo com o Maurício: suceder um presidente tão vitorioso é complicado. Brinco com ele porque ele, em cinco anos, conquistou cinco títulos. Eu em dois anos, conquistei seis, mas ele fica com os dedos indicado 'Libertadores'. Estou brincando! Estou muito feliz, o importante é que ele é um grande parceiro, me ajuda muito."

Mulher na presidência. "É muito complicado, em um ambiente tão masculino, ter uma presidente mulher que fala a verdade — no futebol, as pessoas não estão acostumadas. Sou uma pessoa transparente, não tenho o que esconder, estou aqui para ajudar o Palmeiras. Não estou para ser simpática, mas competente. Não tenho compromisso com o erro, mas sim com o acerto.

Apoio interno. "Tenho muitos parceiros no clube. Tenho que agradecer aos conselheiros, que são minha base e me dão apoio político. Sem apoio político, você não consegue fazer nada. Eles estão olhando para o mesmo lugar e não querem disputar nada comigo, porque sabem que não estou à frente de ninguém, mas ao lado deles. Sem essa ajuda política, eu não conseguiria trabalhar com tranquilidade. Mesmo assim, ser mulher é difícil. As pessoas perguntam: 'o que é isso?' Sou a única mulher presidente. Sou mulher deste clube gigante e consegui manter essa sequência de vitórias e títulos maravilhosos do Palmeiras. É um orgulho para mim."

Contratações para 2024? O clube vai [se movimentar mais do que esse ano]. Para o torcedor não ficar ansioso demais: só virá para o Palmeiras quem fará a diferença. Não vou contratar por clamor popular."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes