Abel: 'Não sei se tenho energia para continuar a tirar o máximo do time'

O técnico Abel Ferreira desabafou que não sabe se tem "energia para continuar a tirar o máximo" dos jogadores após o título brasileiro do Palmeiras. Ele tem contrato com o clube até o fim do ano que vem.

Dúvida sobre energia: "É fácil ganhar uma vez, duas vezes... agora nove vezes, de forma consistente... A gente sabe que isso tem um ônus e um bônus. As pessoas esperam sempre que você faça mais e melhor, e os jogadores me deram muito. Não sei se tenho energia suficiente para continuar a tirar o máximo deles".

Luta pelo título: "[O Palmeiras] Não era posto fora [da disputa por título]. Se perguntarem aos jogadores, internamente nunca desistimos. Traçamos uma estratégia no meio [do ano], eu com os jogadores, e, pra frente, quando vocês perguntarem o que o treinador falou no meio do ano sobre uma estratégia que tínhamos que ter, acho que eles vão dizer. Não sou eu que vou abrir o jogo, se eles quiserem dizer não tem problema nenhum. Somos uma família".

Brasileirão da superação: "Acima de tudo acho que é o campeonato de uma equipe que sabe o que quer, que sabe o que faz. Sabe lidar com momentos de adversidade, e para mim isso que faz a diferença. Nos momentos de dificuldade fomos capazes de nos superar. Quando olhamos pro campeonato, houve vários clubes que andaram nos primeiros lugares, fomos muito consistentes de estar lá próximos".

Distância de 14 pontos: "É verdade que a uma altura ficamos a 14 pontos, mas mais uma vez a força desta equipe foi bem evidente. A equipe que foi mais resiliente foi a que ganhou e fomos nós. Fomos a equipe que melhor soube lidar com os maus momentos. A que foi mais forte fomos nós. Isso é a prova de muito trabalho e de uma consistência e regularidade muito grande".

Assine o UOL Play e assista nosso documentário O Palmeiras da Virada e celebre às grandes vitórias do Verdão.

O que aconteceu

Abel deixou o futuro em aberto após a conquista do 12º Brasileirão. O Alviverde empatou com o Cruzeiro e se sagrou campeão com 70 pontos.

Ele chegou ao nono título pelo clube e se tornou o segundo técnico mais campeão. Ele fica atrás apenas de Oswaldo Brandão, que levantou dez taças.

Continua após a publicidade

O técnico português vem fazendo mistério sobre o que fará em 2024. Ele já afirmou destacou publicamente que está cansado e é o principal alvo do Al-Saad, do Qatar, que não vê problemas em pagar a multa rescisória do treinador — de R$ 16 milhões.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes