Abel cita Taylor Swift e exige troca de gramado do Palmeiras: 'Sou chato'

O técnico Abel Ferreira quer a troca do gramado do Palmeiras para 2024.

O que aconteceu

Abel entende que o Palmeiras tenha campo sintético por causa dos shows, mas afirma que esse gramado não tem condições.

O treinador citou a garantia de 10 anos de qualidade, porém, argumentou que a sequência de partidas, shows e até a poluição da cidade de São Paulo contribuem para a piora. O campo artificial foi inaugurado no início de 2020.

O português afirmou que viu sujeira ainda dos shows da Taylor Swift durante a vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, ontem.

Abel Ferreira ainda concordou com Fernando Diniz. O técnico do Fluminense justificou a equipe reserva com a maior probabilidade de lesões no Allianz Parque.

E já que dizem que sou exigente, chato, né? Esse gramado tem que ser trocado urgentemente. Não quero saber quem vai pagar, WTorre, Palmeiras, mas esse gramado é um risco para lesões e não tem condição. Se eu tivesse no lugar do Diniz, faria o mesmo. Espero que no próximo ano, não sei quem, que troque o gramado e deixem como estava quando cheguei.

Abel Ferreira

O meio-campista Zé Rafael também questionou a qualidade do gramado do Palmeiras.

Continua após a publicidade

"A gente já está em dezembro, são os últimos jogos. Nosso campo também é um pouco mais pesado que o normal, principalmente quando tem alguns shows — o que acaba dificultando um pouco mais", falou Zé.

Veja tudo que Abel Ferreira falou sobre o gramado do Allianz Parque

"Não é minha especialidade, mas sou chato, exigente. Queremos melhoras as condições do futebol brasileiro. E urge ter descanso suficiente, mínimo de três dias. E qualidade do gramado. Independentemente se é sintético. Esse gramado, se top, é bom. O Palmeiras não consegue ter natural por causa dos shows, entendo a receita. Sou treinador e entendo do fenômeno do futebol, business. Não dá para ter grama natural, e eu prefiro, mas não dá. Mas não podemos ter gramado cheio. Vejam a quantidade de coisinhas do espetáculo da Taylor Swift, bebidas que caíram. Teve ontem, mas teve da Taylor. Se o gramado teve 10 anos de garantia, acho que na Holanda, que jogam de 15 em 15, sem poluição em São Paulo, shows e jogos de São Paulo. Equipe B, outros jogos. Não há garantia de 10 anos. O gramado está ruim, não tem como mais jogar. Se jogar, vai haver lesões. Eu avisei".

"E já que dizem que sou exigente, chato, né? Esse gramado tem que ser trocado urgentemente. Não quero saber quem vai pagar, WTorre, Palmeiras, mas esse gramado é um risco para lesões e não tem condição. Se eu tivesse no lugar do Diniz, faria o mesmo. Espero que no próximo ano, não sei quem, que troque o gramado e deixem como estava quando cheguei. Atrás de exigência, tem que vir elogio, então agradeço à direção e WTorre pela forma como encontraram solução para jogarmos na nossa casa, nosso chiqueiro. O Palmeiras tem que jogar aqui. Eu só me sinto em casa aqui, os outros lugares são como jogar fora. São elogios e exigências. O gramado tem que ser trocado urgentemente".

Gramado não é unanimidade entre os jogadores

Danilo Lavieri, colunista do UOL, publicou que não há aprovação completa entre os jogadores do Palmeiras. Há, entre elenco e comissão técnica, quem defenda a grama natural no Verdão.

Continua após a publicidade

O problema é que, pela rotina de shows, o campo tradicional não teria a melhor qualidade. A ideia do Palmeiras, então, é melhorar o gramado sintético atual, seja com reforma ou troca completa para 2024.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes