Seleção brasileira faz jogo ruim e perde para o Japão em amistoso

O Japão venceu a seleção brasileira feminina de futebol por 2 a 0, hoje (3), no estádio do Morumbi, em um amistoso internacional.

Os gols da partida foram marcados por Minami e Mina Tanaka para a seleção japonesa, ambos no primeiro tempo.

No primeiro encontro entre as duas seleções, na última quinta-feira (30), o Brasil venceu por 4 a 3, com gols de Bia Zaneratto (2), Priscilla e Gabi Portilho, em duelo que ocorreu na Neo Química Arena

A seleção brasileira volta a campo na próxima quarta-feira (6) para enfrentar a Nicarágua, às 18h (de Brasília), em mais um amistoso. Já para as japonesas, esse foi o último compromisso de 2023.

Desfalques por covid-19

A goleira Luciana foi diagnosticada com covid-19 e desfalcou a seleção feminina na partida de hoje (3). Este é o quarto caso no elenco do Brasil registrado nos últimos dias. Milene, Rafaelle e Antonia também testaram positivo durante a semana.

Antonia já cumpriu o protocolo de isolamento, testou negativo e, após ser desfalque no primeiro amistoso, pôde voltar a campo. Milene e Rafaelle continuam sob cuidados da equipe médica, dentro do período de isolamento.

Como foi o jogo

A partida começou equilibrada, mas o Brasil passou a errar muito. Mesmo entrando em campo com uma postura mais fechada, a seleção japonesa apostou na velocidade e conseguiu surpreender as brasileiras.

Continua após a publicidade

No decorrer da primeira etapa, as comandadas de Futoshi Ikeda seguiram superiores. Elas conseguiram fazer dois gols em menos de cinco minutos — aos 15' e aos 18' — e obrigaram o Brasil a se impor, mas sem muito sucesso.

O segundo tempo começou com o Brasil tentando pressionar mais o Japão. Logo nos minutos iniciais, as brasileiras criaram boas chances, mas sem conseguir balançar as redes.

Os 45 minutos finais foram com a seleção brasileira dominando a posse de bola. No entanto, as comandadas de Arthur Elias não conseguiram transformar a posse em chances criadas.

Lances importantes

Na trave! Logo no começo do jogo, um lançamento em profundidade para Priscila foi desviado pela zagueira Koga, que por pouco não fez um gol contra. A bola bateu na trave e ficou com domínio da seleção japonesa.

Continua após a publicidade

0 a 1. Minami fez o primeiro! Endo cobrou o escanteio com um cruzamento no segundo pau e a zagueira Minami teve liberdade para finalizar livre. A camisa 3 do Japão chutou cruzado e abre o placar.

0 a 2. Tanaka amplia! O Japão avançou pela ponta esquerda, a bola chegou até os pés de Mina Tanaka, na intermediária, e a camisa 11 arriscou de longe, se aproveitando do posicionamento ruim da Lelê, para fazer o segundo das japonesas.

Na trave! Priscila fez bom lançamento para Debinha dentro da área, a camisa 7 finalizou cruzado e a bola acertou a trave. No rebote, Geyse tentou a finalização, mas a defesa mandou para a linha de fundo.

Perdeu! No começo do segundo tempo, a bola foi lançada para Geyse em profundidade, a goleira japonesa saiu para fazer a defesa e falhou, a sobra ficou no pé da brasileira, que chutou na rede pelo lado de fora.

Campanha pelo fim da violência contra as mulheres

Durante o aquecimento, as jogadoras da seleção brasileira demonstraram apoio à campanha que busca eliminar a violência contra as mulheres.

Continua após a publicidade

Em suas camisas, estavam estampadas as mensagens "O silêncio não protege" na frente e "Denuncie. Ligue 180" no verso. A mensagem também esteve presente na placa com a qual as atletas posaram antes da partida.

Jogadoras da seleção brasileira com camisa da campanha pelo fim da violência contra as mulheres
Jogadoras da seleção brasileira com camisa da campanha pelo fim da violência contra as mulheres Imagem: Nayra Halm / Staff Images Woman / CBF

Ficha técnica
BRASIL 0 x 2 JAPÃO

Amistoso internacional
Data:
3/12/2023 (domingo)
Horário: 11h (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo
Público: 13.020
Amarelos: Lauren (BRA), Mina Tanaka (JAP)
Gols: Minami (15' - 1ºT), Mina Tanaka (18' - 1ºT)

Brasil: Lelê; Bruninha, Lauren (Antônia), Yasmin e Angelina (Ary Borges); Duda Sampaio, Gabi Portilho (Tamires) e Adriana (Eudimilla); Debinha (Marta), Geyse e Priscilla (Bia Zaneratto). Técnico: Arthur Elias

Japão: Momoko Tanaka; Minami, Kumagai (Tanikawa), Shimizu e Koga; Sugita (Ishikawa), Naomoto (Miyazawa > Nagano), Fugino e Hayashi (Hasegawa); Endo e Mina Tanaka (Ueki). Técnico: Futoshi Ikeda

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes