Daronco diz que largou musculação: 'No auge eram 100kg em cada lado'

Conhecido por ser um árbitro "fortão", Anderson Daronco afirmou que não faz mais exercícios para cuidar do "shape".

O que aconteceu

O árbitro disse que parou de fazer musculação. Daronco falou sobre o assunto em entrevista exibida pela EPTV no programa Globo Esporte. Ele apitou nesta semana uma partida de futebol de várzea em Sumaré, no interior de São Paulo.

Eu não faço mais musculação, parei. No auge eram 100kg em cada lado Anderson Daronco, ao Globo Esporte

Árbitro Fifa desde 2014, Daronco se notabilizou pela forma física. O gaúcho é formado em educação física e foi professor na área, abrindo mão desta carreira para priorizar o apito.

Daronco acredita que ser "fortão" o ajuda a ter mais respeito dos jogadores. "No passado me incomodavam um pouco mais (risos). Mas claro que ainda não tinha todo esse nome e a repercussão. Eu ganhei uns dez ou vinte quilos, mas hoje as pessoas acabam respeitando mais o nosso trabalho pela exposição midiática que a gente tem", disse o árbitro.

O gaúcho ainda declarou que os árbitros são "incompreendidos". "É uma função muito difícil, muitas vezes incompreendida, mas essencial para o futebol. O árbitro brasileiro é sim de muita qualidade e a gente tem o dever de mostrar isso para as pessoas", falou.

Várzea e Brasileirão na mesma semana

Daronco apitou decisão no futebol de várzea e partidas do Campeonato Brasileiro em intervalo curto. A final em Sumaré foi na última segunda-feira (27), entre a 35ª e a 36ª rodada da liga nacional.

O gaúcho apitou Athletico x Vasco no sábado passado (25), em Curitiba, e foi à Vila Belmiro quatro dias depois para conduzir Santos x Fluminense. As partidas transcorreram sem maiores polêmicas de arbitragem, tranquilas para Daronco.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes