Corinthians é favorito para entrar na zona de rebaixamento, diz Julio Gomes

O colunista Julio Gomes analisou no UOL News Esporte que o Corinthians é o principal candidato a terminar a antepenúltima rodada do Brasileirão na zona de rebaixamento. Por outro lado, se empatar contra o Vasco, hoje, às 21h30 (de Brasília), em São Januário, respira aliviado na tabela, na opinião dele.

'Se empatar hoje, acaba o drama do Corinthians': "Eu acho que o empate basicamente acaba com qualquer sofrimento do Corinthians. Empatando com o Vasco, ele soma um ponto, não é alcançado pelo Vasco e a gente tem que olhar para os últimos dois jogos do Corinthians. Eu acho muito difícil que o Corinthians não some alguma coisa nesses jogos, então se ele empatar com o Vasco hoje acabou, o drama é dos outros, não é do Corinthians".

'Corinthians é o principal candidato a acabar rodada no Z-4: "Agora, eu acho difícil empatar, e o Corinthians é o principal candidato a acabar rodada na zona de rebaixamento. O que não quer dizer que ele é o principal candidato ao rebaixamento, exatamente por esses dois jogos finais que eu acabei de citar. Cruzeiro e Bahia têm compromissos mais complicados".

Vai ter entrega? Colunistas debatem se times jogarão para atrapalhar rivais

Siga o UOL Esporte no

Você torceria contra seu time de coração para atrapalhar um rival? Quem sabe empurrá-lo para o Z-4, ou evitar a conquista de um título, como pode acontecer no Brasileirão? No UOL News Esporte, os colunistas Danilo Lavieri, Julio Gomes e Ricardo Perrone divergiram sobre a questão.

Quem vai cair? Colunistas debatem próximos jogos dos candidatos ao rebaixamento

Siga o UOL Esporte no

Apenas quatro pontos separam o 12º colocado, Fortaleza, do primeiro time do Z-4, o Bahia. Com vários times brigando para não cair, quem tem os jogos mais difíceis? Confira os confrontos e o debate.

Continua após a publicidade

Assista ao UOL News Esporte na íntegra

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes