Gabriel Jesus: 'O gol eu acredito que não seja o meu ponto forte'

O atacante Gabriel Jesus fez uma análise do próprio rendimento no retorno à seleção brasileira, em um jogo que terminou com derrota para a Argentina no Maracanã, por 1 a 0.

"Eu tento, eu busco, eu me movimento, ajudo a equipe. O gol eu acredito que não seja o meu ponto forte, mas faço gol, estou lá para fazer gol. Tanto que eu fiz na seleção. Quando voltar a fazer gol, vai acontecer. É trabalhar. Eu trabalho quieto", disse o camisa 9 do Brasil.

Críticas? "Tem coisas que me incomodaram bastante no ciclo pós-Copa de 2018. Eu era mais jovem, tinha outra cabeça. Hoje eu sou mais maduro, entendo que o futebol é uma prioridade para mim. Sempre vou dar a vida para dar o meu melhor, principalmente na seleção brasileira".

Jogo pilhado contra Argentina. "É normal. Desde que eu estou aqui, esse foi o primeiro jogo contra a Argentina que a gente bateu também. A gente sempre apanha. É normal. É do jogo. A gente quer entrar e ganhar o jogo, mas a gente tem que fazer isso, porque sempre apanha. Infelizmente a gente não ganhou, mas acredito que pela circunstância, o que aconteceu no começo, outras provocações, coisas que aconteceram da outra vez que jogaram aqui, não teve jogo, poderia não ter jogo dessa vez. Argentina x Brasil vai ser sempre assim".

O que deu errado? "Acredito que jogamos bem, melhor que eles. Eles tiveram uma chance na bola parada. Poderíamos ter defendido melhor, infelizmente aconteceu. A gente não quer perder jogos. Mas é cabeça no lugar".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes