'VAR induziu a dar pênalti no Soteldo', diz ex-árbitro Alfredo Loebeling

Em entrevista ao De Primeira, o ex-árbitro Alfredo Loebeling afirmou que o VAR induziu o árbitro Anderson Daronco a dar pênalti para o Santos contra o Corinthians no polêmica do fim de semana no Brasileirão. Segundo ele, a decisão cabe ao árbitro de campo.

'Quem tem que marcar é o árbitro de campo': "Totalmente errado. Começou bem quando o Daronco pediu - 'olha, quero ver a imagem porque estou com a visão encoberta'. Só que quando o Wagner Reway fala para ele assim — 'houve o toque' —, não é a função do árbitro de vídeo decidir o que houve e o que não houve, você induz o cara. Ele decidiu, está errado, por isso que o consumidor é iludido quando se fala que o árbitro que marcou o pênalti. O VAR não tem que marcar pênalti nenhum, quem tem que marcar é o árbitro de campo".

'Não é papel do VAR induzir': "Quando ele fala 'houve o toque', ele induziu e não é papel do VAR induzir, essa que é a questão. O protocolo começa de forma correta, mas no meio do caminho isso tem sido uma constante durante todo Campeonato Brasileiro, o árbitro do VAR está decidindo. Não existe uma só frase nas 104 páginas do protocolo do VAR que o árbitro de vídeo decide se foi ou não foi".

Loeling sobre gol do Cuiabá: 'Imagem inconclusiva? Mantém a decisão de campo'

Assista ao De Primeira íntegra

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes