Dorival elogia São Paulo, mas pede concentração: 'não estamos tranquilos'

Após a vitória por 3 a 0 do São Paulo contra o Grêmio, Dorival Júnior elogiou a atuação de sua equipe, mas disse que não é possível ficar tranquilo no Campeonato Brasileiro.

O Tricolor pulou para 38 pontos e abriu margem segura em relação a zona de rebaixamento. No entanto, o treinador disse que a concentração precisa ser total até o fim do campeonato.

Existe o risco e não pode haver desconcentração. Não aconteceu em momento algum. Acabamos a decisão da Copa do Brasil, em que estávamos totalmente envolvidos, e isso consumiu 20 ou 390 dias anteriores ao jogo. E mesmo assim, na primeira e na segunda partidas tivemos bons resultados. O que mostra que o time não estava dormindo em berço esplêndido. Perdemos para o Goiás porque o adversário teve mais fome do que nós, mas não perdemos o essencial, que é a vontade, a determinação pelos resultados. A partida que jogamos hoje, contra uma das melhores equipes da competição, não foi por acaso. O São Paulo tem capacidade de repetir isso para mudar nossa posição no momento. Mas não estamos tranquilos, não, você pode ter certeza

Dorival Júnior, técnico do São Paulo

O que mais ele disse

Resultado positivo. "Foi uma partida muito bem jogada, com nível de concentração altíssimo. Após a Copa do Brasil, a decisão, fizemos dois jogos muito bons e um terceiro, com Vasco, que também foi excelente resultado. Enfrentamos o segundo melhor time em número de gols marcados [Grêmio, hoje], uma das equipes que mais cria oportunidades, e conseguimos neutralizar e criar chances. Para mim, foi uma partida muito bem jogada. Passar quase 90 minutos com goleiro pouco acionado chama muito atenção".

Impacto no clássico contra o Palmeiras. "Impacta muito pouco. E se não tivéssemos o resultado que encontramos, também não alteraria o que penso sobre a partida. Naturalmente temos um jogo muito complicado e clássicos não dependem do momento das equipes. Todos falam que o Palmeiras está com uma pequena instabilidade, mas não deixa de ser um time perigoso, vencedor e difícil de enfrentar. Não tem porque pensar de outra forma que não seja preparação, foco e concentração para fazer um grande jogo buscando o melhor resultado possível".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora